quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Atividades de História do Brasil - REPÚBLICA VELHA OU REPÚBLICA DAS OLIGARQUIAS

Questões de Vestibular: História - Brasil - REPÚBLICA VELHA OU REPÚBLICA DAS OLIGARQUIAS


Questão 1: (FUVEST/SP) Em 1930, um golpe colocou Getúlio Vargas no poder. Esse ato foi justificado pelas acusações de que a posteriormente chamada "República Velha" estava "carcomida". Nesse sentido, quais as críticas do grupo vitorioso com relação
a) À predominância de São Paulo na federação?
b) As práticas políticas imperantes nas eleições?

Questão 2: (UNIFESP/SP) Em tempos de forte turbulência republicana, o ano de 1922 converteu-se em marco simbólico de grandes rupturas e da vontade de mudança. Eventos como a Semana de Arte Moderna, o levante tenentista, a criação do Partido Comunista e ainda a conturbada eleição presidencial sepultaram simbolicamente a Velha República e inauguraram uma nova época. (Aspácia Camargo, "Federalismo e Identidade Nacional, Brasil, um século de transformações. 2001.) Pode-se afirmar que a situação descrita decorre, sobretudo,
A - Do forte crescimento urbano e das classes médias.
B - Do descontentamento generalizado dos oficiais do exército
C - Da postura progressiva das elites carioca e paulista.
D - Do crescimento vertiginoso da industrialização e da classe operária.
E - Da influência das vanguardas artísticas européias e norte-americanas.

Questão 3: (UEFS/BA) Durante a Primeira República, ocorreram vários movimentos sociais, frutos da estrutura econômica agroexportadora e de um sistema político que atendia aos interesses da elite econômica do Brasil. Dentre esses movimentos, o que estabeleceu uma comunidade baseada na propriedade coletiva da terra, imbuida do grande religiosidade, foi:
A - a colônia de Santa Cecília, na região sul do Brasil;
B - a Revolta de Juazeiro, liderada por Padre Cícero;
C - o arraial de Canudos, no sertão da Bahia;
D - o movimento camponês do Contestado;
E - os sindicatos anarcossindicalistas.

Questão 4: (UEFS/BA) Durante o período republicano brasileiro, os sucessivos governos têm adotado políticas econômicas objetivando associar o controle da inflação à questão da dívida externa. Dentre essas políticas, destaca-se:
A - o Funding Loan, estabelecido na Primeira República, que renegociou a dívida externa e executou uma política recessiva de controle inflacionário;
B - a política de valorização do café, que, através de novos empréstimos estrangeiros, financiou a produção, aumentando a oferta do café e diminuindo a inflação;
C - a política industrializante de Vargas, que, ao restringir a entrada de capital estrangeiro, reduziu a dívida externa e combateu a inflação com a maior oferta de produtos nacionais;
D - o rompimento do acordo com o FMI, no governo Juscelino Kubitschek, que possibilitou ao governo investir capital na infra-estrutura, baixando o custo da produção e o preço das mercadorias;
E - as reformas de base do governo João Goulart, que suspendeu o pagamento da dívida externa e estabeleceu a reforma agrária, o aumento da produtividade agrícola, reduzindo o preço da cesta básica.

Questão 5: (FSBA) Ser governado é ser vigiado, inspecionado, espionado, dirigido, legislado, regulado, rotulado, doutrinado, concitado a isso e àquilo, controlado e censurado, sujeitado a ordens por homens que não têm o direito e nem os conhecimentos e nem a virtude. Ser governado significa ser, a cada operação, a cada transação, a cada movimento, (... J registrado, controlado, sujeito a impostos, (... J estorvado, reformado, recriminado, preso. É ser, sob o pretexto dos grandes interesses, sujeito a taxações, manobrado /... J explorado, (... J reprimido, julgado, maltratado. (... J Isto é o governo, esta é a sua justiça, esta é a sua moralidade PERRY, 1985, p. 553-554. A ideologia retratada no texto encontra-se característica e fundamentalmente presente, na História do Brasil:
A - nas concepções que levaram à fundação do arraial de Canudos;
B - nas primeiras organizações operárias brasileiras da Primeira República;
C - no movimento tenentista que abalou a República Oligárquica;
D - na Aliança Nacional Libertadora, liderada por Luís Carlos Prestes;
E - no movimento estudantil em sua luta pelo impeachment do presidente Collor.

Questão 6: (UNAMA/PA) "Um dos maiores cartões postais de Belém e símbolo da cultura paraense, o suntuoso Theatro da Paz, preserva mais de um século de história, que se confunde em muitos aspectos com o início do desenvolvimento urbano da cidade [...] Começou a ser construído em 1868, a maior casa de espetáculos do Pará, considerada um dos mais belos teatros do mundo." O Liberal. Belém, 30 out. 2005, p.15, Troppo Demais (a revista de domingo). A partir da leitura do trecho do artigo anterior, e dos estudos que existem sobre os processos urbanísticos na Amazônia, é correto dizer que o Theatro da Paz:
A - É uma das construções edificadas no primeiro processo de urbanização de Belém, ocorrido ainda no período colonial, sob a orientação do arquiteto bolonhês Antonio Landi.
B - Foi construído nos primeiros anos da República, dentro de um plano de modernização da cidade de Belém, compatível com o discurso do novo regime.
C - É uma das obras construídas por Antônio Lemos, quando esteve à frente da Intendência de Belém e a que mais contribuiu para que esta cidade passasse a ser chamada de "Paris na América".
D - Faz parte de uma série de obras, edificadas no áureo período da borracha, quando Belém viveu um grande desenvolvimento urbano em função dessa riqueza econômica.

Questão 7: (UEPA) Uma vez colhido, o café era colocado em tanques de pedra. Era um trabalho penoso e denominado fundo de caixão. “O Barão Pati do Alferes, rico cafeicultor fluminense, orientava o seguinte: Fazê-lo de manhã cedo e que não passe das 9 horas, porque depois não haverá tempo de secar no dia, o que sucede sempre, se é bem mexido. Sobre o coche, corre uma bica de água (...) senão carrega-se em barris (...) e consecutivamente, o que é uma calamidade”. MARTINS, Ana Luiza. O trabalho nas fazendas de café. São Paulo: Ática, 1994. p. 22. Adaptação. O trecho anterior diz respeito a uma das fases da lida com o café nas fazendas. Considerando as informações constantes nele, os termos em destaque e as contribuições historiográficas sobre o assunto, é correto considerar que a fase referida no texto é a(o):
A - secagem;
B - catação;
C - lavagem;
D - brunimento;
E - despolpamento.

Questão 8: (UEPA) “Anarquismo é o nome que se dá a um princípio ou teoria da vida e do comportamento que concebe uma sociedade sem governo, em que se obtém a harmonia, não pela submissão à lei, nem obediência à autoridade, mas por acordos livres e estabelecidos entre os diversos grupos, territoriais e profissionais, e consumo, e para a satisfação da infinita variedade de necessidade e aspirações de um ser civilizado”.
KROPOTKIN, P. Anarquismo. IN: TRAGTENBERG, Maurício (Org.). Kropotkin. Textos Escolhidos. Porto Alegre: L&PM, 1987. p. 19.Nesse sentido, durante a República Velha, a participação e o exercício da cidadania no que tange às camadas populares podem ser identificados(as):
A - pelas ações mutualistas criadas em 1830, em que trabalhadores com ofícios determinados discutiam idéias anarquistas e desenvolviam greves como forma de protestos;
B - entre 1910 e 1917, quando os trabalhadores paulistas com forte tendência socialista lutavam pela radicalização de revoltas nos bairros operários e fundaram o Partido Comunista Brasileiro;
C - na ação dos sindicatos como principal força dos trabalhadores, nos quais os anarcosindicalistas lideraram várias greves gerais e parciais, preparatórias para a grande revolução;
D - nos jornais, AVANTI, O SOCIALISTA, A PLEBE, pelos quais os socialistas atuaram nos grupos operários, servindo como intermediários com o governo central, conseguindo diminuir a repressão;
E - pela liderança dos anarquistas até 1940, quando o movimento operário brasileiro utilizou-se de greves e sabotagens, pelas ações Mutualistas como estratégias de combate.

Questão 9: (UEA/AM) No início, as autoridades do Norte achavam que a exploração da borracha podia provocar a destruição dos seringais e o abandono da agricultura de café, algodão, tabaco, cravo e mesmo cacau. Quando a renda das exportações aumentou, deixaram de se preocupar. A borracha amazônica chegou a 61% da produção mundial, quando começou a concorrer com o produto asiático, levando ao seu declínio.
Assinale a alternativa errada a respeito dos fatores do declínio da economia da borracha da Amazônia:
A - As plantações asiáticas contavam com transportes mais rápidos e fretes mais baratos, atraíram os capitais que aqui eram investidos na comercialização e superaram o rendimento do trabalho solitário do seringueiro amazônico.
B - Pouco dos lucros auferidos com as exportações foi investido na melhoria das condições de produção, como plantio e transporte, e muito foi canalizado para custeio de consumo.
C - Os representantes políticos da Amazônia não conseguiram consolidar uma política de defesa da economia da borracha, diante da resistência de representantes dos setores econômicos tradicionais das regiões politicamente mais influentes.
D - A organização da produção asiática, mesmo não procurando oferecer melhores condições de operação aos seus trabalhadores, permitia uma rentabilidade do trabalho maior do que a difícil coleta brasileira, dispersa na extensão da mata.
E - O Plano Stevenson, elaborado em 1922 para adequar a oferta da borracha colonial britânica à demanda existente, mediante uma tarifa móvel de imposto de exportação, permitiu-lhe dominar o mercado mundial e vencer a produção brasileira.

Questão 10: (UFAM) Desde a Proclamação da República, a história das constituições brasileiras registra o lento avanço da democratização e da ampliação da cidadania em nosso país. Que Carta Constitucional pode ser apontada como uma clara exceção a essa regra?
A - A Constituição de 1988.
B - A Constituição de 1934.
C - A Constituição de 1946.
D - A Constituição de 1891.
E - A Constituição de 1937.

Questão 11: (UDESC) - Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina -
Há um período compreendido entre 1870 e 1914, aproximadamente, que ficou conhecido como “Belle Époque”.Dentre as manifestações que caracterizaram o Brasil nesse período, é correto afirmar que houve:
A - o pouco investimento na urbanização e no ajardinamento das grandes cidades brasileiras da época, a exemplo da cidade do Rio de Janeiro;
B - a emergência de cidades ligadas ao regime imperial, a exemplo de Vila Rica;
C - um evidente projeto modernizador republicano brasileiro, sob inspiração dos valores socioeconômicos europeus;
D - o surgimento da televisão, um dos principais veículos de comunicação desse período;
E - a Revolta da Vacina, implementada pela população paulista, contrária à política sanitária de Osvaldo Cruz e apoiada por Pereira Passos.

Questão 12: (ACAFE/SC) - Associação Catarinense das Fundações Educacionais -
Vários movimentos de rebelião popular ocorreram na história brasileira. Dois deles, Canudos e Contestado, foram muito relevantes nas primeiras décadas da república brasileira.Sobre o contexto e as características desses movimentos, todas as afirmativas estão corretas, exceto a:
A - Os dois movimentos referidos lutavam pela reforma agrária, contra o capital estrangeiro e pela nacionalização de empresas européias e norte-americanas no país.
B - Possuíam também um caráter messiânico. Seus líderes se identificavam profundamente com interpretações religiosas de seus movimentos.
C - A repressão aos dois movimentos foi extremamente violenta. Segundo a ótica da república brasileira eram movimentos que ameaçavam a ordem e o progresso do país.
D - O jornalista e escritor brasileiro Euclides da Cunha acompanhou o confronto de Canudos. Sua obra, Os Sertões, traz uma descrição impressionante desse processo histórico.
E - Na região do Contestado, um dos principais motivos do conflito foi a concessão de amplas faixas de terras a companhias estrangeiras que construíram uma estrada de ferro e exploraram a madeira da região, expulsando os habitantes que lá viviam há muito tempo.

Questão 13: (UNEMAT/MT) Na década de 1930, no município de Poconé, surgiu um movimento social com fortes influências religiosas, de cunho popular, que chegou a preocupar as autoridades do Estado, chegando inclusive à intervenção militar. Este movimento ficou conhecido como “Revolta do Tanque”. A história de Poconé tem semelhanças com outros movimentos populares que ocorreram entre o fim do Império e primeiros anos da República do Brasil.Assinale a alternativa que apresenta o nome desses movimentos:
A - Cangaço.
B - Messianismo.
C - Levante Operário.
D - Guerrilha Rural.
E - Coronelismo.

Questão 14: (UNEMAT/MT) Entre o final do século XIX e o começo do século XX, uma instituição brasileira que ganha destaque é o Exército.Sobre esse enunciado, assinale a alternativa correta:
A - Internamente, no começo da república, o Exército apresentava três grupos distintos: os monarquistas fiéis, os republicanos convictos e os monarquistas descontentes com os rumos do Império, que aderiram ao ideário republicano.
B - O Exército se fortaleceu junto à Marinha e à Aeronáutica e constituíram as Forças Armadas, para combater os rebeldes da República.
C - Como qualquer outra força, o Exército manteve-se isento de questões políticas, o que favoreceu o preenchimento de seus cargos e patentes com base no nível social do militar.
D - A influência dos Estados Americanos, assim governados por ditadores militares, ajudou a acelerar a formação da República Brasileira.
E - A força militarista do Exército brasileiro provém das experiências do coronelismo que se caracterizou pelo controle político dos estados.

Questão 15: (UNEMAT/MT) A expressão “gente do coronel fulano...”, indica um tempo político da história republicana no Brasil.Sobre a afirmativa anterior, assinale a alternativa correta.
A - Em Mato Grosso não teve o coronelismo, pois além de ser uma conduta política somente do nordeste, a fronteira do Centro-Oeste era guarnecida por militares.
B - Por ser o coronelismo uma forma de governo das oligarquias agrárias, ele não aconteceu em Mato Grosso, uma vez que a ocupação das terras do Centro-Oeste deu-se pelo extrativismo e pela mineração, o que dificultou formar uma elite rural.
C - O coronelismo se fez presente em Mato Grosso e, como em outros locais do Brasil, teve uma base familiar e rural, onde os proprietários de terra eram também os chefes políticos.
D - Figuras políticas como Generoso Ponce e os irmãos Murtinho tiveram seus poderes políticos fortalecidos em virtude de terem apoiado o varguismo para acabar com o coronelismo.
E - Em Mato Grosso, o coronelismo se tornou mais acirrado pelas disputas políticas pela oligarquia agrária do norte contra a oligarquia mineradora do sul.

Questão 16: (UFF/RJ) “Duas lendas convergentes e significativas sobre a Madeira-Mamoré firmaram-se ao longo do tempo no imaginário popular. A primeira, pelo lado da força de trabalho, tinha como certo que o número de mortos era exatamente igual ao de dormentes colocados na ferrovia; a segunda, no tocante ao capital, afiançava que os altos custos do empreendimento converteram aquela estrada na ferrovia dos 'trilhos de ouro'” Hardman, Francisco Foot. Trem Fantasma. São Paulo: Cia das Letras, 1988, p. 179-180. O texto acima remete a alguns mitos que envolveram a construção da “ferrovia do diabo”, de modo a introduzir a civilização em plena selva amazônica. Com relação a esse empreendimento, analise as afirmativas a seguir:
I. A construção da Madeira-Mamoré deveu-se ao espírito de lucro, inerente aos capitalistas brasileiros, cujo apogeu, durante o primeiro quartel do século XX, esteve personificado na figura do Marechal Rondon.
II. A ferrovia Madeira-Mamoré tinha dois objetivos: fornecer à Bolívia acesso ao mar em troca da cessão do território do Acre ao Brasil e agilizar as exportações da borracha amazônica.
III. As condições de insalubridade vigentes na região amazônica responderam, em grande parte, pelo fracasso da ferrovia, devido à elevada mortalidade dos que nela trabalharam.
IV. A Madeira-Mamoré integrou o truste norte-americano dirigido por Percival Farqhuar que, dentre outras atividades, controlou a totalidade das ferrovias e portos brasileiros nesse período.
V. Umas das razões do fracasso da “ferrovia fantasma” foi o declínio dos preços externos da borracha brasileira, justamente no momento de conclusão da obra.
Com base nos itens acima, assinale a opção que apresenta a numeração cujas afirmativas são verdadeiras.
A - I – II – III
B - I – II – V
C - I – IV – V
D - II – III – V
E - III – IV – V

Questão 17: (UFRRJ/RJ) Leia com atenção o poema abaixo e as afirmativas sobre o movimento modernista realizadas logo em seguida:
“Quero beber! Cantar asneiras
No esto brutal das bebedeiras
Que tudo emborca e faz em caco...
Evoé Baco!
Lá se me parte a alma levada
No torvelim da mascarada,
A gargalhar em douro assomo
Evoé e Momo!
BANDEIRA, Manuel. Bacanal. In: Antologia Poética. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.
I. Em 1922, ano do centenário da independência do Brasil, um grupo de letrados, a maioria bem-nascida, organizou em São Paulo exposições e apresentações artísticas com o objetivo de chocar o público. Essa manifestação ficou conhecida como “semana de arte moderna”.
II. A antropofagia tornou-se teoria entre os modernistas, expressando a tentativa do grupo de combinar as particularidades nacionais e as tendências artísticas mundiais, a herança cultural e os impulsos de modernização. “Comer o invasor” – esse era seu lema.
III. O comportamento rebelde dos modernistas e o conteúdo inovador de sua arte, ruidosamente vaiada no Teatro Municipal de São Paulo, os transformou em vítimas do forte sistema repressor do governo, tendo seus integrantes sofrido todos os tipos de perseguição.
IV. Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, Anita Malfatti, José Lins do Rego e Lasar Segall estão entre os nomes mais expressivos do movimento modernista.
V. Os modernistas empenhavam-se na busca de novas linguagens para expressar o elemento nacional, valorizando o folclore, as questões sociais e desprezando as rígidas métricas dos versos acadêmicos e as padronizações da língua portuguesa.
Estão corretas as afirmativas:
A - I, III e IV;
B - II, III, V;
C - I, II, III;
D - I, II, V;
E - I, IV, V.

Questão 18: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
A charge abaixo contém uma crítica à política do café-com-leite, que vigorou durante a República Velha.


















Acerca das principais lideranças políticas existentes na conjuntura que antecedeu as eleições de 1930, é correto afirmar que:
A - Washington Luiz acabaria não sendo reeleito, muito embora fosse o preferido nas pesquisas de opinião pública;
B - Antônio Carlos representava as forças políticas nordestinas, que se contrapunham aos interesses dos cafeicultores paulistas;
C - Júlio Prestes representava a dissidência paulista, ligada aos setores médios e intelectualizados e reunida em torno do Partido Democrático;
D - Luiz Carlos Prestes, um dos líderes tenentistas, representava a corrente política de esquerda, comprometida com o combate ao poder oligárquico;
E - Getúlio Vargas, embora não representado na charge, seria o vencedor das eleições presidenciais, assumindo o poder com a Revolução de 1930.

Questão 19: (UFRGS) Observe o mapa abaixo:


















COSTA, Luís César A. & MELLO, Leonel Itaussu A. História do Brasil. São Paulo: Scipione, 1999. p. 276.A área de litígio destacada no mapa corresponde à região onde ocorreu a:
A - Revolução Federalista;
B - Guerra de Canudos;
C - Coluna Prestes;
D - Revolta da Chibata;
E - Guerra do Contestado.

Questão 20: (FFFCMPA/RS) Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre - Observe a gravura abaixo, relativa a um episódio ocorrido no Rio de Janeiro.














I. Essa insurreição popular se insere no movimento higienista, levado a cabo no Brasil no início do século XX.
II. O cartaz faz alusão à vacina obrigatória contra a varíola.
III. No decorrer dessa insurreição popular, os cadetes da Escola Militar da Praia Vermelha rebelaram-se contra o governo federal.
Quais são corretas?
A - Apenas I.
B - Apenas II.
C - Apenas III.
D - Apenas II e III.
E - I, II e III.

GABARITO:
Questão 1: a) Segundo as argumentações da Aliança Liberal, que defendia a candidatura de Getúlio Vargas à presidência, o predomínio da elite cafeeira no governo brasileiro impedia a prática de uma política que atendesse aos interesses verdadeiramente nacionais. As diretrizes da política do café-com-leite, não eram confiáveis na medida em que as práticas econômicas adotadas pelos governos ligados a São Paulo, davam prioridade ao setor cafeeiro em detrimento de outros setores também importantes para a economia nacional. b) As práticas políticas da chamada Primeira República eram absolutamente corruptas e se fundamentaram em fraudes e pelo controle político de massas de eleitores, viciados no clientelismo típico da política do coronelismo. A proposta do grupo vencedor acabou por se estabelecer na Constituição de 1934, que seria a adoção do voto secreto e a criação da Justiça Eleitoral. - questão 2: A - questão 3: C - questão 4: A - questão 5: B - questão 6: D - questão 7: B - questão 8: C - questão 9: E - questão 10: E - questão 11: C - questão 12: A - questão 13: B - questão 14: A - questão 15: C - questão 16: D - questão 17: D - questão 18: D - questão 19: E - questão 20: E


EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES REPÚBLICA VELHA COM GABARITO

1. (UFMS) – A propósito da chamada era de Vargas no Brasil, é correto afirmar que
1 no ano de 1932 surgiu no Estado de São Paulo um movimento, sob a denominação MMDC, cujos líderes Martins, Miragaia, Drausio e Camargo reuniram-se para apoiar o governo de Getúlio Vargas
2 o período de Vargas caracterizou-se, entre outros fatos políticos, por conflitos violentos travados entre dois grupos antagônicos: de um lado, os integralistas, simpatizantes dos ideais fascistas; e de outro, os comunistas, que pregavam a revolução e a ascensão ao poder das classes trabalhadoras.
8 em 1942, navios mercantes brasileiros foram afundados no Atlântico, fato que justificou a declaração de guerra formal do governo Vargas contra os países do Eixo.
16 um dos fatores que garantiu as bases democráticas do governo de Getúlio Vargas nessa fase de 1937 a 1945, foi a criação do DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda.
Soma – (____)

02 - (Unicamp SP) – Em novembro de 1904, data da revolta, o trabalho de demolição das casas para abrir a avenida Central, executado por cerca de 1800 funcionários, terminara, e 16 dos novos edifícios estavam sendo construídos. O eixo central da nova avenida fora inaugurado em 7 de setembro em meio a grandes festas, já com serviços de bondes e iluminação elétrica. A derrubada de cerca de 640 prédios através da parte mais habitada da cidade, um corredor que ia da Prainha ao Passeio Público. Era como abrir o ventre da velha cidade.
(José Murilo de Cavalho, Os bestializados: O Rio de Janeiro e a República que não foi, SP, Cia das Letras, 1987. P. 93)
a) Que revolta corrida no Rio de Janeiro, está mencionada no texto?
b) Cite duas razões para eclosão dessa revolta.

03. (Unicamp-SP) – Após a proclamação da República, uma nova bandeira nacional foi criada para substituir a antiga bandeira di Império. O lema da nona bandeira era Ordem e Progresso.
a) Por que o governo republicano determinou que se substituísse a bandeira?
b) Explique por que, naquele momento, era importante para o governo republicano demonstrar sua preocupação com a ordem pública e seu compromisso com o progresso.

04. (Fuvest-SP). É possível defender a tese de que o café é um produto que ao mesmo tempo facilitou e dificultou o início da industrialização no Brasil. Argumente sobre essa tese

05. (Vunesp-SP)) Consulte os dados da tabela e responda:
ESCRAVOS IMPORTADOS DA ÁFRICA PARA O BRASIL
ANO Nº DE ESCRAVOS IMPORTADOS

1849____________________________54.000
1850____________________________23.000
1851_____________________________3.000
1852_______________________________700

a) O que se deve a diminuição do número de escravos a partir de 1850?
b) Dê uma conseqüência da diminuição de escravos.

06. (Fuvest-SP) A “Política dos Governadores” implementada pelo Presidente Campos Sales, constituiu-se em um dos pilares da República Velha, estendendo-se até 1930. Explique seu funcionamento.

07. (UFPA) As chamadas Questão Religiosa e Questão Militar, verificadas no acaso do Segundo Reinado, atuaram no sentido de apressar o advento da república. Relativamente à Questão Religiosa, assegura-se que:
A) os seus desdobramentos, na Europa, colocaram as monarquias católicas contra D. Pedro II, abalando seriamente o prestígio do Imperador.
B) o fechamento de inúmeras igrejas, no Pará e em Pernambuco, a mando do Imperador, produziu um grande número de opositores à monarquia dentre o clero brasileiro, que era apoiado pela maioria católica no país.
C) a questão em si tornava evidente a necessidade da separação entre Igreja e Estado no Brasil, precisamente como argumentavam os defensores da República.
D) a prisão dos bispos de Olinda e Belém levou os católicos radicais brasileiros a fundar o Clube da Reforma, associação que passou defender a república no Brasil.
E) os seus resultados, principalmente a expulsão da Maçonaria do Brasil, serviram para evidenciar o caráter absolutista da monarquia brasileira.

08. (MACKENZIE) - Sobre a participação dos militares na Proclamação da República é correto afirmar que:
A) o Partido Republicano foi influenciado pelos imigrantes anarquis¬tas a desenvolver a consciência política no seio do exército.
B) a proibição de debates políticos e militares pela imprensa, a influência das idéias de Augusto Comte e o descaso do Impe¬rador para com o exército favoreceram a derrubada do Império.
C) o descaso de membros do Partido Republicano, como Sena Madureira e Cunha Matos, em relação ao exército, expresso através da imprensa, levou os "casacas"a proclamar a Repúbli¬ca.
D) Gabinete do Visconde de Ouro Preto formalizou uma aliança pró-republicana com os militares positivistas no Baile da Ilha Fiscal.
E) aliança dos militares com a Igreja acirrou as divergências entre mili tares e republicanos, culminando na Questão Militar.

09. (UNIFENAS) - Republicanos civis e militares unem-se para derru¬bar a Monarquia, que cai em 1889. A República que então se ins¬tala,
I. assiste com o Marechal Deodoro, seu primeiro presidente, a práticas autoritárias de governo, entre as quais a dissolução do Congresso;
II. foi marcada pela intensa atuação dos cafeicultores de uma Constituinte voltada para os seus interesses;
III. permite a continuidade dessa união apesar das profundas dife¬renças entre civis e militares
IV. nasceu Velha, pois a economia era sobretudo agrícola, conti¬nuando as populações rurais na dependência das oligarquias;
V. passou, com a eleição de Prudente de Morais em 1894, a ser controlada pelos mineiros, controle que se prolonga até 1930.
São incorretas as afirmativas:
A) I, III e IV;
B) I e II;
C) I e IV;
D) III e IV;
E) IV. III e I.

10. (MACKENZIE) - A hegemonia política dos Estados economica¬mente fortes e populosos, São Paulo e Minas Gerais, durante a República Velha, foi viabilizada através:
A) do apoio de grupos militares vinculadas ao tenentismo.
B) da política dos governadores que, articulando os governos esta¬dual e federal, anulava totalmente a oposição.
C) de movimentos sociais populares de apoio ao Estado oligár¬quico.
D) da instituição do voto secreto e fim da representação propor¬cional.
E) da Constituição de 1891, que estabeleceu um Estado unitário e fortemente centralizado.

11. (PUC) A República criou uma cidadania precária, porque calcada na manutenção da iniqüidade das estruturas sociais – acentuou as distâncias entre as diversas regiões do país, cobrindo-as com a roupagem do federalismo difuso da política dos governadores ou dando à continuidade à geografia oligárquica do poder que desde o império, diluía o formalismo do Estado e das instituições.
(Saliba, Elias Thomé, Raízes do Riso: representação humorística na história brasileira; Belle Époque aos primeiros tempos do rádio. São Paulo, Cia das Letras, 2002. p.67) O fragmento do texto acima refere-se aos primeiros tempos da República no Brasil. É correto afirmar que implantação da República:
A) renovou as instituições políticas, ampliando o poder do Estado e dissolvendo os poderes locais.
B) alterou radicalmente a estrutura social do Império, devido à ascensão da burguesia e declínio da aristocracia.
C) introduziu um modelo federalista, que permitiu maior autonomia local e integração nacional.
D) manteve os desníveis sociais presentes no Império e não ofereceu ampliação significativa dos direitos de cidadania.
E) centralizou agudamente o poder nas mãos dos governadores, diminuindo as atribuições das instituições políticas e do Presidente da República.

12. (FGV-SP) O acerto do funding loan, entre o presidente Campos Sales e a Casa Rothschild, representou para a economia brasileira:
A) as condições necessárias para o primeiro investimento industrial do país.
B) uma reacomodação da dívida brasileira com os EUA, que permitiu subsidiar por mais alguns anos os cafeicultores paulistas.
C) um novo empréstimo e a suspensão da amortização do débito até 1911
D) o fim do ciclo de dependência em relação aos banqueiros ingleses, com o perdão da dívida e a amortização dos empréstimos até 1930.
E) uma política deflacionária que estabilizou o país pelas décadas seguintes.

Gabarito:
1. 2 + 8 = 10

2. a) - Revolta da Vacina, que significou uma reação das camadas populares da cidade do Rio de Janeiro à vacinação obrigatória determinada pelo governo.
b) - Reação a vacinação obrigatória, revolta das camadas populares que moravam próximo ao centro da cidade e estavam sendo prejudicadas com a reforma que remodelaram a cidade, abrindo avenidas e derrubando velhas construções

3. a) A nova bandeira simbolizava o novo regime, abolindo os símbolos monárquicos da bandeira anterior. A manutenção das cores verde e amarela, contudo passava a idéia de continuidade na vida política da nação e a frase confirmava a ideologia positivista do novo regime.
b) Na ideologia republicana, a monarquia era passado, o atraso;a República o progresso, o futuro. Dessa forma, a proclamação da República seria resultado da própria evolução da sociedade brasileira. Garantir a ordem era também uma preocupação primordial dos republicanos que assumiram o poder. Temia-se, com ou sem razão, uma reação monarquista.
O lema é de clara inspiração positivista, cuja a influência no Exército era marcante .como sabemos, a instituição foi um protagonista importante na queda da Monarquia, e os militares governaram o país na fase inicial do período republicano (República da Espada).

4. - Os capitais acumulados na atividade cafeeira foram aplicados na indústria. O café dinamizou o mercado interno, introduzindo a mão de obra assalariada do imigrante e modernizou os transportes e o sistema financeiro, ambos benéficos à indústria.
Todavia o Estado brasileiro era controlado pela aristocracia agrária e,por esta razão, não implementou uma política industrial para o país. Apesar do relativo desenvolvimento industrial ocorrido com a expansão cafeeira continuávamos ainda com uma economia essencialmente agroexportadora, os setores básicos da industrialização (química, siderurgia, etc) ainda não tinha se desenvolvido para que pudesse alavancar outras necessidades industriais. O sucesso do café sustenta a idéia que o Brasil é um país com vocação agrícola, a riqueza gerada pelo café garantia as divisas necessárias para o país. Portanto o café foi tanto impulsionador como limitador de nossa industrialização.

5. a) - em 1850, com a pressão inglesa, o Brasil decreta o fim do tráfico negreiro com a publicação da Lei Euzébio de Queiróz, diminuindo drasticamente o tráfico, como mostra a tabela.
b) - criou um grande problema de mão de obra para a agricultura brasileira , principalmente para a lavoura cafeeira, o problema foi atacado com a mão de obra dos imigrantes. Podemos dizer também que o preço do escravo ficou muito caro desencadeando uma busca maior por parte dos nossos “barões do café” pela mão de obra assalariada o que fazia parte do ideal republicano, vinculado por algumas classe da época.

6. - Consistia em uma aliança entre os governos estaduais e o governo federal. Esta aliança garantia o apoio do Senado e da Câmara dos Deputados ao governo federal. Em troca o governo federal dava todo apoio à oligarquia que estivesse no poder nos estados, inclusive impedindo a posse de depurados eleitos pela oposição usando a Comissão de Reconhecimento de Poder ou Comissão Verificadora. Nomeações, verbas, obras e demais medidas do governo federal só se faziam orientadas pelo interesse das oligarquias locais.
Por sua vez o poder estadual dependia do apoio dos coronéis (grandes fazendeiros) que controlavam os votos da região (coronelismo) isso era feito por meio de favores, ajuda econômica, laços de compadrio e emprego da violência além de fraude eleitora.
7 – c , 8- b, 9 – d, 10 – b, 11 – d, 12- c


http://pt.scribd.com/doc/3371957/Historia-Aula-18-Republica-Velha
1) (UFS) - "...o chefe político lhes dava roupa, cachaça e uma papeleta de voto..." Ao texto pode-se associar, na evolução política brasileira, o
a) mercantilismo e a Colônia
b) encilhamento e o Império
c) centralismo e a Regência
d) coronelismo e a República Velha
e) caudilhismo e a República Nova

2) (UNIFENAS) - O objetivo da Coluna Prestes, que na década de 1920 percorreu milhares de quilômetros pelo Brasil, era:
a) combater o sistema oligárquico vigente;
b) apoiar a campanha civilista;
c) defender a ordem no governo Artur Bernardes;
d) promover a constitucionalização do País;
e) reagir contra a ditadura quase declarada do governo Artur Bernardes.

3) (UNESP)-A Semana de Arte Moderna de 1922, que reuniu em São Paulo escritores e artistas, foi um movimento:
a) influenciado pelo cinema internacional e pelas idéias propagadas nas Universidades de São Paulo e do Rio de Janeiro;
b) de renovação das formas de expressão com a introdução de modelos norte-americanos;
c) de contestação aos velhos padrões estéticos, as estruturas mentais tradicionais e um esforço de repensar a realidade brasileira;
d) desencadeado pelos regionalismos nordestinos e gaúcho, que defendiam os valores tradicionais;
e) de defesa do realismo e do naturalismo contra as velhas tendências românticas.

4) (FATEC) - O episódio de Canudos foi:
a) o resultado da introdução de tecnologia moderna e de forma capitalista no Nordeste, alterando sua tradicional estrutura latifundiária. Daí o caráter monarquista do movimento de Antônio Conselheiro;
b) um incidente diplomático em que se envolveram o Brasile a Argentina, devido à disputa fronteiriça de Canudos;
c) a revolta militar contra o governo de Prudente de Morais, ocorrida no Estado de São Paulo, em 1901, liderada por Antônio Conselheiro;
d) o escândalo financeiro provocado pelo ministro Bernardino de Campos, durante a presidência de Prudente de Morais;
e) a revolta ocorrida no sertão da Bahia, nos últimos anos do século XIX, em que os sertanejos, sob a liderança de Antônio Conselheiro, resistiram durante meses a várias expedições militares enviadas pelos governos estadual e federal;


5) (MACKENZIE) - Governadores de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro reuniram-se no Convênio de Taubaté, em 1906, tendo em vista:
a) impedir qualquer intervenção do Estado na economia cafeeira;
b) criar mecanismos que evitassem a queda do café, através da compra de estoques excedentes pelo governo com empréstimos externos;
c) evitar novos cultivos, reduzir financiamento, visando ajustar oferta e procura sem intervenção do governo;
d) atuar no mercado externo, reduzindo a concorrência de outros países produtores de café e expandindo o mercado interno;
e) defender uma política agrícola voltada para a policultura, rompendo com a dependência em relação ao café, nosso produto chave na balança de pagamentos.

6) (FUVEST) - Caracteriza o processo eleitoral durante a primeira República, em contraste com o vigente no Segundo Reinado:
a) a ausência de fraudes, com a instituição do voto secreto e a criação do Tribunal Superior Eleitoral;
b) a ausência de interferência das oligarquias regionais, ao se realizarem as eleições nos grandes centros urbanos;
c) o crescimento do número de eleitores, com a extinção do voto censitário e a extensão do direito do voto às mulheres;
d) a possibilidade de eleições distritais e a criação de novos partidos políticos para as eleições proporcionais;
e) a maior participação dos eleitores das áreas urbanas ao se abolir o voto censitário e se limitar aos alfabetizados

7)(UFS) - O Brasil a partir da primeira Guerra Mundial (1914/1918) e em decorrência de seus efeitos, sofreu diversas transformações, dentre elas:
a) o incremento da política de incentivo à produção de soja; b) o fim do monopólio estatal sobre as atividades extrativistas;
c) a aceleração do processo de industrialização no eixo São Paulo/Rio de Janeiro;
d) a eliminação das barreiras alfandegárias entre zona rural e zona urbana;
e) o aprofundamento do fenômeno da ruralização no eixo Norte/Nordeste.

8- (MACKENZIE) - Em 3 de outubro eclodiu a revolução de 1930, pondo fim à República Velha. Dentre as causas deste episódio histórico destacamos:
a) a vitória da oposição nas eleições e o temor de revanchismos nas oligarquias derrotadas;
b) a dissidência das oligarquias nas eleições de 1930, fortalecendo a Aliança Liberal, derrotada, contudo, pela fraude da máquina do governo;
c) o programa da Aliança Liberal não identificado com as classes médias urbanas;
d) a sólida situação econômica do núcleo cafeeiro no início
da década de trinta;
e) o apoio dos jovens militares, tenentistas, à política
oligárquica nos anos vinte.

Respostas dos exercícios
1) D
2) A
3) C
4) E
5) B
6) E
7) C
8) B

Um comentário:

  1. muito obrigado agora eu consegue resolver e tirar algumas duvidas que eu tinha

    ResponderExcluir