quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Atividades de História do Brasil - REPÚBLICA POPULISTA

Questões de Vestibular: História - Brasil - REPÚBLICA POPULISTA

Questão 1: (UNESP/SP) Patativa do Assaré (1909-2002) cantou, nos seus poemas populares, a vida difícil da população sertaneja do Nordeste.
Quando há inverno abundante
No meu Nordeste querido
Fica o pobre em um instante
Do sofrimento esquecido
Tudo é graça, paz e riso
Reina um verde paraíso
Por vale, serra e sertão
Porém não havendo inverno
Reina um verdadeiro inferno
De dor e de confusão
Fica tudo transformado
Sofre o velho e sofre o novo
Falta pasto para o gado
E alimento para o povo
E um drama de tristeza
Parece que a natureza
Trata a tudo com rigor
Com esta situação
O desumano patrão
Despede o seu morador
(Reprodução fiel à pontuação original.) De acordo com os versos do cordelista, a migração nordestina resulta
A - Da baixa qualificação profissional do sertanejo, contraposta ao desenvolvimento industrial do país.
B - Da estrutura política do sertão, caracterizada por conflitos entre famílias de poderes locais.
C - Das imposições do meio geográfico da região, associadas à natureza da propriedade fundiária.
D - Da religiosidade do camponês nordestino, que entende o sofrimento como determinação divina.
E - Do caráter itinerante da economia sertaneja, voltada para exportação de produtos naturais.

Questão 2: (UNIFESP/SP) - Universidade Federal de São Paulo - Aproximadamente entre o fim do Estado Novo (1945) e o início do Regime Militar (1964), um político ("rouba, mas faz’’) e um partido ("de bacharéis’’) encarnaram no imaginário cívico paulista e brasileiro duas atitudes opostas: ausência e a exacerbação de moralismo, ou de ética, na política. Trata-se, respectivamente, de:
A - Jânio Quadros e do Partido Socialista Brasileiro (PSB).
B - Jango Goulart e do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB)
C - Carlos Lacerda e do Partido Social Democrático (PSD)
D - Juscelino Kubitshec e do Partido Comunista Brasileiro (PCB).
E - Ademar de Barros e da União Democrática Nacional (UDN).

Questão 3: (PUC-SP) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Leia o texto abaixo para responder à questão. “O suicídio de Vargas não interrompeu um possível golpe udenista, tanto que Café Filho assumiu a Presidência da República e governou com um ministério conservador. A grande derrota da direita, aí sim, foi em outubro de 1955, quando Juscelino Kubitschek venceu as eleições presidenciais em aliança com João Goulart. A crise de 1961 acabou fortalecendo a democracia como valor fundamental da República. ’’ Marco Antonio Villa Jango. Um perfil (1945-1964). São Paulo: Globo, 2004, p. 240 A frase:
A - " O suicídio de Vargas não interrompeu um possível golpe udenista’’ indica que o autor acredita que o suicídio do Presidente, em agosto de 1954, não impediu a ascensão política da direita.
B - "A grande derrota da direita, aí sim, foi em outubro de 1955’’ indica que o autor acredita que a vitória eleitoral de Juscelino Kubitschek tenha sido um histórico triunfo político dos comunistas brasileiros.
C - " A crise de 1961 acabou fortalecendo a democracia como valor fundamental da República’’ indica que o autor acredita que, após a renúncia de Jânio Quadros, o Brasil se tornou definitivamente uma democracia.
D - "Café Filho assumiu a Presidência da República e governou com um ministério conservador’’ indica que o autor acredita que a direita conseguiu impor seu projeto de governo de 1954 em diante.
E - "Juscelino Kubitschek venceu as eleições presidenciais em aliança com João Goulart’’ indica que o autor acredita que não havia, em 1955, qualquer risco para a continuidade da hegemonia política do varguismo.

Questão 4: (PUC-SP) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Leia o texto abaixo para responder à questão. “O suicídio de Vargas não interrompeu um possível golpe udenista, tanto que Café Filho assumiu a Presidência da República e governou com um ministério conservador. A grande derrota da direita, aí sim, foi em outubro de 1955, quando Juscelino Kubitschek venceu as eleições presidenciais em aliança com João Goulart. A crise de 1961 acabou fortalecendo a democracia como valor fundamental da República. ’’ Marco Antonio Villa Jango. Um perfil (1945-1964). São Paulo: Globo, 2004, p. 240 A partir dos vários episódios políticos relacionados pelo texto e de seus conhecimentos sobre o período 1945-1964, pode-se afirmar que a:
A - Disputa entre direita e esquerda se expressava no confronto que opunha militares e políticos da UDN (União Democrática Nacional), as duas principais forças políticas da época.
B - Morte de Getúlio Vargas, ao contrário do que a história oficial conta, foi provocada por uma ação conservadora de políticos ligados ao PTB (Partido Trabalhista Brasileiro).
C - Vitória eleitoral de Juscelino Kubitschek e João Goulart, políticos de esquerda, favoreceu a imediata realização do golpe militar de direita que impediu a posse de JK e depôs Goulart da Presidência em 1964.
D - Renúncia de Jânio Quadros, em 1961, provocou uma profunda crise política, apesar de tentativas golpistas, negociações políticas asseguraram o respeito à Constituição e a posse do Vice-Presidente João Goulart.
E - Eleição presidencial de 1955 definiu o fim da influência varguista, dado o apoio que os sindicatos e as centrais operárias deram à candidatura de João Goulart à Presidência da República.

Questão 5: (UFBA) - Universidade Federal da Bahia - O conceito de Estado, dicionarizado por Aurélio Buarque de Holanda, assim está expresso:“Nação politicamente organizada. Organismo político-administrativo que, como nação soberana ou divisão territorial, ocupa um território determinado, é dirigido por governo próprio e se constitui pessoa jurídica de direito público, internacionalmente reconhecida.” (1999, p. 826).A partir da compreensão desse conceito e dos conhecimentos sobre o assunto, pode-se afirmar:
1 - O Estado moderno tem incorporado funções de grande complexidade, estabelecendo, em sua relação com a sociedade civil, três planos interdependentes – o Estado de direito, o Estado político e o Estado socioeconômico – que dificilmente se desenvolvem equilibradamente, em função de variações históricas e geográficas.
2 - O Estado Monárquico brasileiro, estabelecido no momento da instalação da Corte Portuguesa no país, tinha estrutura unitária, porque o poder era transmitido hereditariamente.
4 - A descentralização político-administrativa instituída na Primeira Constituição republicana brasileira atendia aos interesses das oligarquias estaduais e da política do café-com-leite.
8 - O autoritarismo marcou o início da história da República brasileira e o período pós-Revolução de 1930, visto que foram registrados, em ambos os casos, a dissolução do Congresso Nacional e o uso de atas de exceção para governar o país.
16 - O período democrático vivido no Brasil, após o fim da Segunda Guerra Mundial (1945 - 1950), tem como marco contraditório a dependência de sua política externa aos interesses estadunidenses,
32 - O populismo foi uma ideologia política elaborada e cultivada pela classe operária, em oposição à ditadura que vigorou ao longo do Estado Novo.
64 - O Estado Nacional brasileiro, desde suas origens no Período Colonial, caracteriza-se por ser republicano, federativo e oligárquico.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 6: (UEFS/BA) - Universidade Estadual de Feira de Santana - As cidades, ao longo da história, estabeleceram um importante papel no desenvolvimento das sociedades. A sua organização está entrelaçada com as relações socioeconômicas, políticas, sociais e culturais dos povos.Em relação à história das cidades, pode-se afirmar:
A - Os Estados absolutistas impediam a formação de cidades coloniais, temerosos da perda de controle da metrópole sob as possessões coloniais na América.
B - As feiras e os mercados medievais possibilitaram o surgimento de cidades-estados na Europa, que contestaram o poder feudal, fortalecendo os Estados absolutistas.
C - A cidade de Feira de Santana teve seu crescimento vinculado à expansão da malha rodoviária, de acordo com a política desenvolvimentista do governo Juscelino Kubitschek.
D - A cidade de Salvador, Juazeiro e Alagoinhas tiveram uma progressiva perda de importância econômica e política com o desaparecimento do transporte por via fluvial e pelas estradas de ferro.
E - As cidades medievais, no período da Baixa Idade Média, foram responsáveis pela formação de um mercado nacional gerador da comercialização dos produtos advindos da maquinofatura.

Questão 7: (UESSBA) Faculdade do Sertão - O período da história republicana do Brasil que vai da queda do Estado Novo (1945) ao movimento militar (1964) é caracterizado como populismo.O populismo não foi um fenômeno exclusivamente brasileiro, mas latino-americano que floresceu no período pós-guerra. KOSHIBA, 1996, p. 317Sobre o populismo, é correto afirmar:
A - Este fenômeno, historicamente, não foi uma forma assumida de controle governamental do Estado sobre a população.
B - Uma de suas características é o controle do movimento sindical atrelado ao Estado, de quem é dependente, aliado ao desenvolvimento de legislação trabalhista.
C - As forças armadas latino-americanas e os Estados Unidos, através de uma ação conjunta, promoveram o desenvolvimento da doutrina da “segurança nacional”, fortalecendo o populismo.
D - O populismo de Perón, presidente da Argentina, como os demais da América Latina, visava manter o capitalismo agrário-exportador, responsável pela permanência do dirigente no poder.
E - Os militares, ao assumirem o governo do Brasil em 1964, mantiveram o caráter populista do governo anterior, como, por exemplo, o político trabalhista, com o objetivo de acalmar a população.

Questão 8: (UFMS) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - “Vivíamos os anos loucos do desenvolvimentismo, uma coisa que eu nunca soube se era para valer ou se era papo-furado. Mas que ajudava a viver, lá isso ajudava. Minha geração teve o privilégio de viver sua juventude durante esses anos de ouro do século, os anos da liberdade desenfreada, da onipotência adolescente, de descontraída irresponsabilidade. O futuro era para amanhã de manhã. O Brasil estava à nossa frente, tinha-se de correr atrás dele”. Depoimento de Cacá Diegues. In: Nossa História, ano 2 /n. 23, set. 2005. p. 20.
Bossa Nova é mesmo ser presidente
Desta terra descoberta por Cabral
Para tanto basta ser, tão simplesmente
Simpático, risonho, original
Depois desfrutar da maravilha
De ser o presidente do Brasil
Voar da velhacap para Brasília
Ver Alvorada e voar de volta ao Rio (...)
Isto é viver como se aprova
É ser um presidente bossa nova
Bossa nova, muito nova
Nova mesmo
Ultra nova.
CHAVES, Juca. Presidente Bossa Nova. As palavras do cineasta Cacá Diegues e o trecho da letra da música Presidente Bossa Nova, de Juca Chaves, resumem o clima de otimismo e de possibilidades que marcou o governo:
A - Garrastazu Médici (1969-1973), durante o qual ocorreu o chamado ”milagre econômico” brasileiro;
B - Juscelino Kubitschek de Oliveira (1956-1961), que buscou a expansão industrial e a interiorização do desenvolvimento;
C - Jânio Quadros (1961), que, para combater os altos índices de inflação, implementou uma política econômica austera;
D - Getúlio Vargas (1951-1954), cuja proposta profundamente nacionalista sempre desagradou os chamados setores da classe média;
E - José Sarney (1985-1989), que convocou uma Assembléia Constituinte, reunida em 1988, destinada a derrubar o chamado “entulho” autoritário do regime militar.

Questão 9: (UFES) - Universidade Federal do Espírito Santo - No período do desenvolvimento econômico, havia também uma sensação de otimismo e euforia num ambiente de modernidade industrializante. As inovações tecnológicas, disponibilizadas sob a forma de produtos como escadas rolantes, elevadores com música ambiente, rádios de pilha, eletrodomésticos, lambretas e automóveis, compunham novos símbolos de uma geração inebriada pelo conforto da vida moderna. No ar, contrastando com as produções cinematográficas hollywoodianas, os televisores introduziam no conforto dos lares a diversidade de programas ao vivo, outrora radiofônicos. Era como se começasse um Novo Brasil: até na música havia novidade, a bossa-nova; aliás, até a capital era nova, inovadora inclusive no nome que se lhe deu – Brasília!O texto acima refere-se:
A - Ao longo ciclo de governo de Getúlio Dornelles Vargas, que se iniciou em 1930 e foi responsável pelo desenvolvimento nacionalista encerrado em 1954, no contexto de uma crise política que culminou com o suicídio do presidente.
B - Ao período nacional-desenvolvimentista, correspondente ao governo de Juscelino Kubitscheck (1956-1961), que, além da construção de nova sede para o Distrito Federal, implementou o Plano de Metas.
C - Ao breve período de governo de Jânio da Silva Quadros, que tomou posse em 1961, em solenidade coincidente com a inauguração de Brasília, a nova sede do governo Federal.
D - Ao período da bossa-nova, que coincidiu com o da Jovem Guarda e do Tropicalismo, movimentos influenciados pela Revolução de 1964, que teve à frente Castelo Branco, responsável pela transferência da nova capital para Brasília.
E - Ao período desenvolvimentista conhecido como Milagre Brasileiro, que foi implementado pelo presidente Emílio Garrastazu Médici (1964-1974).

Questão 10: (UEA/AM) Universidade do Estado do Amazonas - Assinale a alternativa correta referente às características dominantes do governo de João Goulart:
A - Reforma do Ensino Superior, instituindo a universidade pública gratuita.
B - Hostilidade aberta de Goulart e seus apoiadores políticos à Igreja Católica pelo conservadorismo do clero, hostil à reforma agrária.
C - Desapropriação maciça de latifúndios improdutivos para a reforma agrária.
D - Posicionamento favorável à mobilização das massas trabalhadoras urbanas e rurais.
E - Remanejamento das favelas precárias para conjuntos residenciais de alvenaria na periferia do Rio de Janeiro.


Questão 11: (UEA/AM) Universidade do Estado do Amazonas - O ingresso das mulheres no mercado de trabalho deveu-se a vários fatores, dentre eles o crescimento econômico, desde a década de 1950, especialmente no governo Juscelino Kubitschek.Assinale a alternativa correta a respeito do posicionamento autônomo feminino na sociedade das últimas décadas:
A - Não se pode considerar autonomia, e sim exploração e militarização da mulher.
B - As profissões preferidas pela mulher são as que sugerem a maternidade, como o magistério e a enfermagem.
C - As mulheres entraram no mercado de trabalho por necessidade da sociedade brasileira, pelas perdas havidas durante a guerra.
D - O feminismo foi o responsável pelo progresso da mulher e pelo seu ingresso maciço no mercado de trabalho e na educação.
E - O crescimento econômico e a busca das mulheres por educação e emprego, em profissões diversas, no campo, mas principalmente nas cidades, estimulou o feminismo.

Questão 12: (UDESC) - Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina - Na década de 1960, vários movimentos culturais colocavam-se contrários à ordem estabelecida, caracterizando a chamada “contracultura”.
Em relação a esse fato, assinale a alternativa incorreta:
A - A década de 1960 foi marcada por movimentos pela ampliação dos direitos civis e contra a discriminação racial.
B - No Ocidente, parte da juventude colocou-se contra a Guerra do Vietnã.
C - No Brasil, a Tradição Família e Propriedade – TFP inseriu-se nas lutas da “contracultura”.
D - O movimento hippie foi uma das expressões da “contracultura”.
E - Por meio da música, do cinema e da literatura, a juventude expressava, em larga medida, os valores constituintes da “contracultura”.

Questão 13: (UFSC/SC) - Universidade Federal de Santa Catarina - “Varre varre vassourinha, varre varre a bandalheira, o povo já está cansado de viver dessa maneira.”BUENO, Eduardo. Brasil: uma história. São Paulo: Ática, 2003. p. 355.Este era o jingle da campanha de Jânio Quadros para presidente da República, em 1960. Jânio, que tinha como símbolo de campanha uma vassoura (com a qual iria varrer a corrupção), foi eleito com uma expressiva votação.Assinale a(s) proposição(ões) correta(s) sobre este período da História do Brasil:
1 - Jânio Quadros foi eleito graças ao apoio de Juscelino Kubitschek, o construtor de Brasília, a quem sucedeu.
2 - O candidato a vice-presidente na chapa de Jânio Quadros e seu aliado na disputa que tratava com a UDN era João Goulart, ex-ministro do trabalho de Getúlio Vargas, a quem os militares se opunham.
4 - Apesar de eleito com uma grande maioria dos votos populares, Jânio governa sem base política. Não conseguindo aprovar as medidas que achava importantes, decretou o fechamento do Congresso, dando início a um governo ditatorial.
8 - No governo, Jânio Quadros adotou uma política externa de aproximação com os países do bloco socialista. Condecorou Ernesto “Che” Guevara com a Ordem do Cruzeiro do Sul.
16 - Jânio Quadros não chegou a concluir o seu mandato. Pressionado pela oposição, renunciou, atribuindo sua renúncia a forças terríveis (ou ocultas).
32 - A renúncia de Jânio Quadros gerou uma grave crise política. As forças armadas, através da chamada “Segunda Revolta da Armada”, tomaram o poder.
64 - Jânio Quadros voltou ao poder nas eleições seguintes. Teve apoio do movimento conhecido como “Queremismo”. O povo, nas ruas, exigia a sua volta.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 14: (UFMT) - Universidade Federal de Mato Grosso - O período durante o qual Jucelino Kubitscheck de Oliveira ocupou a presidência da República (1956 – 1961) ficou caracterizado na memória nacional pelo otimismo e pela elevação da auto-estima de grande parte dos cidadãos brasileiros. A respeito dos “anos JK”, assinale a afirmativa correta:
A - O nacional-desenvolvimentismo se caracterizou pela proposição de um modelo econômico sustentado apenas pelos capitais nacionais.
B - Foram estendidos aos trabalhadores rurais os mesmos direitos sociais que beneficiavam os trabalhadores urbanos.
C - As vitórias esportivas, como a conquista da Copa do Mundo de Futebol de 1958, contribuíram para afirmação dos valores nacionais.
D - O Plano de Metas, conjunto de investimentos nas áreas de energia, transporte, alimentação, indústria de base e educação, alcançou 100% de seus objetivos.
E - O crescimento econômico garantiu ampla redistribuição de renda para as parcelas mais pobres da população.

Questão 15: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
FREIRE, Américo e outros. História em curso. Rio de Janeiro: FGV, 2004.As propagandas acima, publicadas na revista O Cruzeiro, no período de 1954 a 1964, apresentam bens de consumo que estavam sendo incorporados ao cotidiano de parte da população brasileira.Esses novos padrões de consumo foram favorecidos pelo incentivo do Estado brasileiro à:
A - produção de bens duráveis;
B - pesquisa tecnológica nacional;
C - implantação da indústria pesada;
D - fixação dos preços das mercadorias.

Questão 16: (UEG) - Universidade Estadual de Goiás - O sorriso de JK foi uma das marcas de seu governo: simpático, risonho e original, conforme a descrição do compositor Juca Chaves feita na música Presidente bossa-nova. A originalidade do seu governo está presente:
A - no enfrentamento dos problemas agrários com base na ampla distribuição de terras no Centro-Oeste brasileiro, decorrente da construção da nova capital;
B - na elaboração de um planejamento (Plano de Metas), cuja prioridade centrava-se em investimentos na infra-estrutura, incorporando a mudança da capital como meta síntese;
C - no modelo econômico nacional-desenvolvimentista, protegendo o capital nacional dos investimentos especulativos e da concorrência desigual das multinacionais;
D - na criação de um clima de otimismo entre a classe política que aderiu, de forma unânime, ao projeto de construção da nova capital (Brasília).


Questão 17: (PUC-MG) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - “Fui vencido pela reação e assim deixo o governo. Nestes sete meses cumpri o meu dever [...]. Forças terríveis se levantaram contra mim e me intrigaram ou inflamam, até com a desculpa da colaboração [...]. Assim não falta a coragem da renúncia [...]. Retorno agora ao meu trabalho de advogado e professor [...].”Fragmento da Carta Renúncia de Jânio da Silva Quadros – Manifesto à Nação. Brasília, 25 de agosto de 1961. Apud. ALVES FILHO, Ivan. Brasil, 500 anos em documentos. Rio de Janeiro: Mauad, 1999. p. 535.A renúncia do presidente Jânio Quadros provocou no Brasil uma crise institucional que culmina com a:
A - ascensão ao poder do vice-presidente e a implantação do sistema parlamentarista de governo;
B - ação golpista desencadeada pelo alto comando militar para impedir a posse do vice-presidente;
C - convocação extraordinária do Congresso com a finalidade de emendar a carta constitucional;
D - mobilização imediata da sociedade civil, para exigir o cumprimento das normas constitucionais.

Questão 18: (UNIMONTES/MG) - Universidade Estadual de Montes Claros - Em 1961, o Parlamentarismo foi implantado no Brasil como uma “solução de emergência”. Essa “solução” ocorreu para viabilizar:
I. uma participação política mais representativa de todos os setores da sociedade brasileira;
II. a posse de João Goulart, apesar da oposição de parte das Forças Armadas e dos setores civis conservadores;
III. as reformas impostas pelo FMI que resolvessem a crise financeira enfrentada pelo Brasil;
IV. uma saída política para a crise gerada pela renúncia do presidente Jânio Quadros.
Estão corretas as afirmativas:
A - I e III, apenas;
B - II e III, apenas;
C - II e IV, apenas;
D - I e IV, apenas.

Questão 19: (FUVEST/SP) - Fundação Universitária para o Vestibular -
Olhando para esta tela do pintor brasileiro, Candido Portinari, Família de Retirantes, de 1944, pode-se estabelecer relações com:
A - as idéias integralistas dos nacionalistas;
B - a doutrina social da hierarquia da Igreja Católica;
C - a propaganda oficial da política de Vargas;
D - a desesperança típica do pós-Guerra;
E - a postura de engajamento e crítica social.

Questão 20: (FTC/BA) - Faculdade de Tecnologia e Ciências - “O período da história republicana do Brasil que vai da queda do Estado Novo, 1945, ao movimento militar de 1964 é comumente conhecido como populismo. O populismo, entretanto, não foi um fenômeno político exclusivamente brasileiro, mas latino-americano, no período pós-guerra.”KOSHIBA, 1984, p. 340.A partir do texto e dos conhecimentos relativos ao período populista no Brasil, indique com (V) as afirmativas verdadeiras e com (F) as falsas:
( ) O modelo de desenvolvimento estabelecido por Getúlio Vargas no período 1951-1954 – representado pela criação da Petrobrás – chocava-se com os interesses imperialistas norte-americanos.
( ) A política desenvolvimentista traçada por Juscelino Kubitschek baseava-se na associação ao capital estrangeiro e na industrialização por substituição de importações.
( ) A renúncia de Jânio Quadros foi motivada pela pressão exercida pelos Estados Unidos, contrária à sua política nacionalista e de reforma estruturais de base.
( ) O golpe militar de 1964 objetivava deter o avanço das forças populares, contando com a adesão da alta burguesia e da classe média conservadora.
A alternativa que indica a marcação correta, de cima para baixo, é a:
A - V – F – V – F
B - F – V – F – V
C - V – V – F – F
D - V – F – F – V
E - V – V – F – V

Questão 21: (UFLA/MG) - Universidade Federal de Lavras - Observe este cartaz, que, em 1963, foi estampado por todo o Brasil:
Esse cartaz fez parte de uma campanha:
A - contra a alteração da Carta Constitucional brasileira pretendida por Jânio Quadros, visando a concretizar sua política externa independente, que propunha a aproximação do Brasil com os países socialistas;
B - contrária à adoção do Parlamentarismo defendido por João Goulart, Vice-Presidente de Jânio Quadros, regime que desagradava os setores conservadores da política e da sociedade brasileira;
C - favorável à volta do Presidencialismo, previsto na Constituição, o que colocaria um ponto final no mecanismo utilizado para viabilizar a posse de João Goulart, após a renúncia de Jânio Quadros;
D - a favor das mudanças constitucionais que possibilitariam a reeleição de João Goulart e a eleição de Leonel Brizola, bem como a concretização de uma república sindicalista no Brasil a partir da aprovação das reformas de base.

Questão 22: (UFMG) - Universidade Federal de Minas Gerais - Considerando-se o contexto brasileiro da década de 50, é correto afirmar que:
A - era premente a questão do desenvolvimento nacional, que fez girar em torno dela os principais impasses e polêmicas e contribuiu para o trágico desfecho do Governo Vargas;
B - foram grandes as divergências entre o Governo e o Exército quanto à criação da Petrobrás, o que acabou levando Vargas a nova tentativa de golpe em meados dos anos 50;
C - foram muitos os conflitos entre os trabalhadores e os governos que, à exceção do de Vargas, trataram sempre a questão social com dura repressão;
D - era forte a oposição articulada pelo PSD a Vargas, que, embora eleito com expressiva maioria de votos, nunca conseguiu se adaptar ao jogo democrático.

Questão 23: (PUC-RS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul -
INSTRUÇÃO: Para responder à questão, ler atentamente o texto abaixo. Jânio Quadros, ao reatar relações diplomáticas com a ________________e enviar uma missão diplomática à ______________, aproximou-se do bloco ____________e adotou uma política externa ____________ em relação aos Estados Unidos. As expressões que completam corretamente as lacunas do texto, na ordem em que aparecem, são:
A - França; Inglaterra; europeu; independente
B - Argentina; Costa Rica; latino-americano; dependente
C - Arábia Saudita; Turquia; muçulmano; de oposição
D - União Soviética; China; socialista; independente
E - Nigéria; Argélia; norte-africano; dependente

Questão 24: (UNEMAT/MT) - Universidade do Estado de Mato Grosso - Observe atentamente o gráfico abaixo e julgue as alternativas:
A - Pela evolução das bancadas partidárias percebe-se que o PSD, principal partido governista decresceu consideravelmente no período estudado.
B - O PTB, de orientação oposicionista, foi o partido que mais cresceu no período.
C - Durante o Governo de João Goulart (1962), ocorreu um quadro político mais equilibrado, nenhum partido detinha mais de 30% da Câmara.
D - Durante o Governo Dutra os partidos da situação, PSD e UDN detinha, juntos, 81% da Câmara.

Questão 25: (UNEMAT/MT) - Universidade do Estado de Mato Grosso - Observe atentamente o gráfico abaixo e julgue as alternativas:

A - O Partido Comunista do Brasil (PCB) teve pequena atuação na legalidade, pois antes de 1950 ele já tinha sido cassado.
B - O PSP de Ademar de Barros era um partido regional, restringia-se ao colégio eleitoral de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Norte.
C - A sustentação política dos governos entre 1945 e 1958 foi garantida pela coligação entre PSD e PTB.
D - Como mostra o gráfico, a UDN era o maior partido de oposição aos presidentes que governaram entre 1945 e 1962.

Questão 26: (UNIFOR/CE) - Universidade de Fortaleza -
Observe e reflita sobre a foto:

In: Nelson Piletti e Claudino Piletti. História e vida: O Brasil do Império aos dias de hoje. São Paulo: Ática, 1997. p. 100. Muitas páginas foram escritas para defender a idéia de passividade do povo brasileiro. No entanto, a história registra inúmeros fatos que contestam essa idéia. Essa foto da década de 1960 revela uma manifestação popular contra:
A - as forças ocultas que obrigaram Jânio Quadros a renunciar ao cargo de presidente da República;
B - o presidente João Goulart, considerado um aliado dos interesses dos Estados Unidos no Brasil;
C - a posse do presidente Jânio Quadros, em razão de este ter sido eleito por um Colégio Eleitoral;
D - os setores conservadores que deram um golpe de Estado e depuseram o presidente João Goulart;
E - os grupos de esquerda que tentaram tomar o poder sem legitimação constitucional.

Questão 27: (UFPE) - Universidade Federal de Pernambuco - A renúncia de Jânio Quadros causou transtornos políticos que abalaram o Congresso Nacional. A solução encontrada, para a posse de João Goulart na presidência, em 1961:
A - conseguiu harmonizar os interesses e afastar as dificuldades políticas, com Tancredo Neves, político da UDN, como primeiro-ministro;
B - não teve a participação de militares; mas, apenas, do partido político mais forte, a UDN, sob a liderança de Tancredo Neves;
C - não conseguiu desfazer as tensões políticas por inteiro, sobretudo a insatisfação de grupos da burguesia e de militares que temiam as propostas defendidas por Jango;
D - não teve a participação das forças de esquerda, em razão das relações que o novo presidente tinha com o varguismo;
E - teve amplo apoio dos militares mais expressivos politicamente e dos partidos políticos de ideologia liberal, como a UDN e o PSD.

Questão 28: (PUC-RIO) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro -

Biblioteca Nacional. Nossa História. Ano 1/10. Ago 2004. A partir da análise da charge acima e dos conhecimentos que você possui a respeito da política republicana entre 1945 e 1964, em especial durante o segundo governo Vargas (1951-1954), é correto afirmar:
I. A oposição da UDN contra Vargas acentuou-se, de forma dramática, após o atentado da Rua Tonelero, do qual teria saído ferido o jornalista e deputado Carlos Lacerda, principal porta-voz das denúncias contra o “mar de lama” que assolava o Palácio do Catete.
II. Os militares constituíram-se, ao longo do período compreendido entre 1945 e 1964, em árbitros da vida política brasileira, tanto que o posicionamento adotado por vários de seus expoentes possivelmente contribuiu para que Vargas optasse pelo suicídio em 1954.
III. A presença das setas, apontando em sentidos contrários – para “golpe” e “ditadura”, de um lado, e para “31/1/1956”, data de posse do novo presidente eleito, de outro, – evidenciava o dilema que perpassou a vida política brasileira ao longo do período, ou seja, a tensão entre as soluções golpistas e legalistas.
Assinale:
A - Se somente a afirmativa II está correta.
B - Se somente a afirmativa III está correta.
C - Se somente as afirmativas I e II estão corretas.
D - Se somente as afirmativas I e III estão corretas.
E - Se todas as afirmativas estão corretas.

Questão 29: (IBMEC) - Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais -
Eleito em 1960 com uma votação expressiva para a época (mais de cinco milhões de votos), Jânio Quadros baseou sua campanha:
A - no combate à política econômica do governo JK, responsável por uma alta inflacionária e à corrupção administrativa;
B - nos ataques aos acordos assinados com a Alemanha para a construção de usinas nucleares na Região Sudeste;
C - nas críticas ao envio de tropas brasileiras ao Canal de Suez e à República Dominicana, conforme solicitação da ONU;
D - numa combinação de política externa independente dos Estados Unidos e de rompimento político com Cuba;
E - na defesa de uma política estatizadora, semelhante à desenvolvida por Getúlio Vargas.

Questão 30: (UNIRIO/RJ) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro -
“A sociedade como um todo não absorvia os modernistas, não gostava de seus experimentos, as famílias condenavam o professor de música Mário de Andrade (...) Um conservadorismo forte, uma visão ufanista aguda, um anseio pelo folclorismo comandam a rejeição social e contaminam algumas das correntes modernistas brasileiras (...).” (Helena, Lucia. Modernismo brasileiro e vanguarda. São Paulo: Ed. Ática, 1996.)
Desse momento cultural acima referido, podemos identificar correntes políticas importantes do Brasil da década de 30, dentre as quais destacamos:
A - o Catolicismo de Alceu Amoroso Lima e o Espiritualismo universalista de Plínio Salgado;
B - o Integralismo de Plínio Salgado e o Comunismo de Oswald de Andrade;
C - o Comunismo de Oswald de Andrade e o Integralismo de Tasso da Silveira;
D - o Primitivismo de Plínio Salgado e o Antropofagismo de Oswald de Andrade;
E - o Tenentismo de Luiz Carlos Prestes e o Integralismo de Mário de Andrade.

Questão 31: (UFMG) - Universidade Federal de Minas Gerais -
O Cinema Novo e o movimento de renovação teatral liderado pelo Teatro de Arena e pelo Grupo Oficina foram expressões artísticas, com objetivos e características comuns, afinadas com o contexto brasileiro das décadas de 50 e 60 do século passado. Entre as características desses movimento culturais, não se inclui a:
A - vinculação a grandes estúdios cinematográficos e a companhias teatrais já estabelecidas;
B - concepção da obra de arte como meio de conscientização política, influenciada por tendências de esquerda;
C - crítica à realidade brasileira, aos seus problemas e contradições, com forte conteúdo social;
D - realização de produções de custos reduzidos, caracterizadas pelo uso de novas linguagens e inovações cênicas.

Questão 32: (UFSJ/MG) - Universidade Federal de São João del Rei -

A partir da tabela e de seus conhecimentos, é correto afirmar sobre este período da história brasileira que:
A - a concentração da renda nacional estava relacionada ao golpe civil-militar de 1964, com a repressão aos sindicatos, extinção de partidos e cassação de políticos de esquerda;
B - a distribuição eqüitativa de renda foi um dos resultados do regime militar estabelecido com a Revolução de 1964, com a extinção das greves e da demagogia populista de Goulart;
C - a concentração de renda no Brasil é inalterável, uma vez que em todos os governos, do populista varguista-janguista ao regime militar de 1964, a preservaram igualmente;
D - o regime democrático-popular estabelecido na Revolução de 1964 promoveu a distribuição de renda, a liberdade sindical e o fim do sindicalismo oficial corporativo.

Questão 33: (UNIMONTES/MG) - Universidade Estadual de Montes Claros -
“A partir de 1947, (...) o que se observa é a estruturação da “democracia liberal”, tal como sempre a viram os donos do poder(...) Liberal na forma, herdeiro do autoritarismo característico dos anos 30 no conteúdo, eis possivelmente uma descrição sumária do período Dutra.” (ALMEIDA JÚNIOR, Antônio Mendes de. Do Estado Novo ao suicídio de Getúlio Vargas. In: FAUSTO, Boris (org.). História Geral da Civilização Brasileira. São Paulo: Difel, 1986, Tomo 3, vol. 3, p. 244) Caracterizam politicamente o período Dutra:
A - a tendência à intervenção nos movimentos ou organizações de massas pelos aparelhos de Estado e a manutenção das garantias e liberdades individuais aos cidadãos;
B - a garantia à liberdade para atividades político-partidárias e o desmantelamento da legislação trabalhista e sindical vigente no período anterior;
C - a criação de mecanismos eleitorais que privilegiavam a representação das classes operária e popular e o fortalecimento da autonomia dos setores “segurança e desenvolvimento”;
D - o estabelecimento de uma “democracia populista”, sustentada pelo apoio das massas ao governo, e o amplo desenvolvimento dos setores produtivos com capitais nacionais.

Questão 34: (UEFS/BA) - Universidade Estadual de Feira de Santana -
O “populismo”, presente na história da República brasileira pós-1930, significou:
A - a extinção dos princípios da democracia e da livre iniciativa;
B - uma doutrina do clero brasileiro contra a exploração do trabalhador;
C - uma teoria elaborada por intelectuais em defesa do homem do campo;
D - um instrumento de controle do Estado sobre as massas populares urbanas;
E - o mecanismo utilizado pela classe operária para garantir a ditadura do proletariado.

Questão 35: (UEM/PR) - Universidade Estadual de Maringá -
Sobre o governo de Juscelino Kubitschek, assinale o que for correto:
1 - O governo de Juscelino Kubitschek foi marcado pelo cerceamento das liberdades individuais e pela cassação dos direitos políticos, conduzindo o Brasil a um período de ditadura militar.
2 - O esforço do governo de Juscelino Kubitschek para edificar a nova capital, sem que o Tesouro tivesse recursos necessários para o desenvolvimento da obra, acabou gerando um descontrole das contas públicas que trouxe um sério problema inflacionário para os governos posteriores.
4 - No governo de Juscelino Kubitschek, apesar de sua associação ao capital estrangeiro, prevaleceu a política nacional desenvolvimentista, objetivando garantir o crescimento da economia brasileira através dos chamados Planos de Metas, que atuariam como estímulos aos setores básicos, como transportes, energia e indústria.
8 - Apesar de Juscelino Kubitschek ter utilizado a emissão de dinheiro para cobrir o déficit orçamentário, seu governo foi marcado por um período de prosperidade e de crescimento do poder de compra dos salários, uma vez que sua política econômica promoveu transferência de rendas dos empresários para os trabalhadores.
16 - O esforço do governo de Juscelino Kubitschek para construir Brasília, em uma região pouco habitada, promoveu uma grande demanda de mão-de-obra, o que provocou um fluxo de pessoas em busca de trabalho na construção da nova capital do país.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 36: (UFRRJ/RJ) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro -
Leia o texto abaixo sobre o governo de Kubitschek: Para implantar a nova opção de política econômica com o mínimo de estabilidade, o governo Kubitschek usou como estratégia – além da elaboração de uma ideologia de mobilização popular – o reforço da eficária da coligação PSD/PTB no legislativo. (BORIS, F. História do Brasil. São Paulo: EDUSP, 1955. p. 343.) De acordo PSD/PTB forneceu estabilidade e garantiu apoio ao governo de Juscelino Kubitschek. Sobre sua política econômica, pode-se afirmar que:
A - foi definida pelo Plano de Metas, que configurou o perfil nacional-desenvolvimentista, combinando a articulação do Estado, da empresa privada nacional e do capital estrangeiro, na implementação da modernização industrial;
B - favoreceu o capital internacional em detrimento da burguesia nacional, na condução da industrialização, através do Programa de Metas;
C - promoveu a ascensão do grande capital nacional na condução do processo industrial, especialmente do setor automobilístico;
D - marcou o fim da tradicional dependência econômica do capital externo, favorecendo o desenvolvimento da indústria nacional;
E - gerou o processo de substituição de importações, resultando em significativo crescimento na produção industrial.

Questão 37: (PUC-RIO) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro -
Ao compararmos a sociedade brasileira na década de 1970 à sociedade brasileira na década de 1950, identificamos diversas transformações sociais, econômicas, políticas e culturais. Sobre essas transformações, estão corretas as afirmativas abaixo, à exceção de:
A - O maior desenvolvimento dos meios de comunicação transformou a televisão em um importante instrumento de integração nacional.
B - A mudança do regime político implicou restrições à cidadania, especialmente quanto ao exercício do voto.
C - A concentração da população em áreas urbanas ultrapassou a das áreas rurais.
D - O desenvolvimento econômico repercutiu na melhoria das condições de vida da população rural e urbana, através da maior distribuição de renda.
E - O investimento estatal na construção de rodovias interestaduais atendeu ao objetivo de promover a melhoria das ligações regionais.

Questão 38: (UPE) - Universidade de Pernambuco -
A época do populismo, a partir de 1945 até a instauração do Regime Militar em 1964, muitos fatos marcaram o Brasil, dentre eles qual é falso:
A - a aliança entre o Partido Comunista Brasileiro e o Partido Trabalhista Brasileiro, este fundado por Vargas, unidos em torno do desenvolvimento do capitalismo nacional.
B - o aparecimento, no Brasil, do primeiro canal de televisão – a TV Tupi, que apresentava seus programas ao vivo – despontando como importante veículo a serviço do Estado e do capitalismo.
C - a implantação, no Brasil, do programa econômico, baseando-se na Teoria Econômica do Desenvolvimentismo, que deu as bases para Juscelino Kubitschek praticar uma política nacionalista com o fechamento das portas aos créditos internacionais.
D - a influência marcante da cultura estrangeira na vida cotidiana dos jovens brasileiros que passaram a ouvir o Rock-n’-roll, andar de lambretas, vestir jeans e usar brilhantina.
E - o fortalecimento da paixão nacional brasileira, o futebol, por causa, principalmente, da vitória do Brasil em suas copas do mundo e da consagração de alguns craques, tais como Nilton Santos, Didi, Zagallo, Garrincha e Pelé.

Questão 39: (UDESC) - Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina -
Entre 1946 e 1964 a sociedade brasileira viveu sob um regime democrático. Em Santa Catarina, no mesmo período intensificaram-se novos movimentos culturais e debates intelectuais e políticos.
Sobre esse contexto histórico, é correto afirmar:
A - Organizado por integrantes do Grupo Sul, em 1948 ocorreu o Primeiro Congresso de História Catarinense, que comemorou dois séculos de colonização açoriana em Santa Catarina.
B - Uma das experiências artísticas e culturais desse período foi a realização do filme “O preço da ilusão”, por iniciativa de intelectuais modernistas vinculados ao chamado Grupo Sul.
C - Uma figura importante do Grupo Sul foi Franklin Cascaes, que iniciou em 1946 um intenso processo de pesquisa sobre a cultura das comunidades pesqueiras da Ilha de Santa Catarina.
D - O modernismo nas artes e nas letras em Santa Catarina tinha correspondência com o momento de renovação política, por meio da atuação do Partido Republicano Catarinense (PRC).
E - Os novos movimentos artísticos surgidos em Santa Catarina eram todos controlados por grupos políticos de esquerda, em especial o PCB.

Questão 40: (PUC-RS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul -
"Façamos a revolução antes que o povo a faça". A frase, atribuída ao governador de Minas Gerais Antônio Carlos de Andrada, deixa entrever a ideologia política da Revolução de 30, promovida pelos interesses:
A - da burguesia cafeicultora de São Paulo, com vistas à valorização do café;
B - do operariado, com o objetivo de aprofundar a industrialização;
C - dos partidos de direita fascistas, no intuito de estabelecer um Estado forte;
D - das oligarquias dissidentes, aliadas ao Tenentismo pela reforma do Estado;
E - da burguesia industrial, na busca de uma política de livre iniciativa.

Questão 41: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
Leia o trecho abaixo:"Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo condenaram-me novamente e se desencadeiam sobre mim. [...] Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios do domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberda de social. Tive de renunciar. Voltei ao Governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revolta dos contra o regime de garantia do trabalho. A lei dos lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. [...] Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida. Escolho este meio de estar sempre convosco."(DEL PRIORE, Mary. Documentos de história do Brasil: de Cabral aos anos 90. São Paulo: Scipione, 1997. p. 98-99.) Pode-se afirmar que o trecho acima faz parte da:
A - proposta de reformas de base do presidente João Goulart, de 1964;
B - carta de renúncia do presidente Fernando Collor de Mello, de 1992;
C - carta-testamento do presidente Getúlio Vargas, de 1954;
D - declaração ao povo brasileiro feita pelo governador Leonel Brizola, de 1962;
E - carta de abdicação de Dom Pedro I, de 1831.

Questão 42: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
A renúncia de Jânio Quadros, na seqüência das reações à condecoração de Che Guevara pelo presidente brasileiro, apenas sete meses após iniciado o governo, gerou uma crise política que teve como conseqüência imediata:
A - o não-reatamento diplomático com a União Soviética e o abandono da Política Externa Independente;
B - o desenvolvimento do Movimento da Legalidade, que tinha como objetivo manter Quadros no poder;
C - a introdução do Parlamentarismo, fórmula de compromisso para garantir a posse do vice-presidente;
D - a implantação do regime militar, que tinha como objetivo esmagar a esquerda;
E - a ruptura de relações com Cuba e o apoio aos EUA para expulsar esse país da OEA.

Questão 43: (PUC-RS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Ao pedir que o povo votasse contra ___________no plebiscito de 6 de janeiro de 1963, o governo de João Goulart pretendia obter maior poder e legitimidade política para promover _____________.
A - o parlamentarismo – as reformas de base;
B - o colégio eleitoral – eleições livres e diretas;
C - a Lei de Segurança Nacional – a democratização política;
D - o seu impeachment – a abertura da economia ao capital estrangeiro;
E - a Emenda Institucional no.3 – sua reeleição.

Questão 44: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Leia o documento abaixo:
"Ao Rio Grande e ao Brasil O governo do estado do Rio Grande do Sul cumpre o dever de assumir o papel que lhe cabe nesta hora grave da vida do País.Cumpre-nos reafirmar nossa inalterável posição ao lado da legalidade constitucional. Não pactuamos com golpes ou violências contra a ordem constitucional e contra as liberdades públicas. Se o atual regime não satisfaz, em muitos dos seus aspectos, desejamos é o seu aprimoramento e não sua supressão, o que representaria uma regressão e o obscurantismo.A renúncia da S. Exª. o presidente Jânio Quadros veio surpreender a todos nós. A mensagem que S. Exª. dirigiu ao povo brasileiro contém graves denúncias sobre pressões de grupos, inclusive do exterior, que indispensavelmente precisam ser esclarecidas.(...)Por motivos dos acontecimentos, como se impunha, o Governador deste Estado dirigiu-se à S. Exª. o Sr. Vice-Presidente da República, Dr. João Goulart, pedindo seu regresso urgente ao País, o que deverá ocorrer nas próximas horas. (...)O povo gaúcho tem imorredouras tradições de amor à Pátria comum e de defesa dos direitos humanos. E seu governo, instituído pelo voto popular - confiem os rio-grandenses e os nossos irmãos de todo Brasil - não desmentirá estas tradições e saberá cumprir o seu dever.Leonel BrizolaGovernador do Estado"FELIZARDO, J. A legalidade; o último levante gaúcho, Porto Alegre: Ed. da Universidade/UFRGS, 1988, p. 20.Considere as seguintes afirmações acerca do documento e do contexto histórico em que ele foi produzido:
I. O documento refere-se aos eventos relacionados com o Golpe de 1964, que impôs o regime militar.
II. O documento refere-se a eventos relacionados com a renúncia de Jânio Quadros.
III. A Campanha da Legalidade visava a garantir a permanência de Jânio Quadros na presidência do Brasil.
IV. A volta do Vice-Presidente ao país ocorreu imediatamente após a renúncia de Jânio Quadros.
V. A posição manifestada no documento mostra o conteúdo constitucionalista do movimento liderado pelo Governador Brizola.
VI. A campanha da Legalidade, em 1961, impediu a consumação do golpe contra João Goulart.
Quais estão corretas?
A - Apenas II, IV e VI
B - Apenas II, V e VI
C - Apenas I, III, IV e V
D - Apenas I, IV, V e VI
E - Apenas II, III, V e VI

Questão 45: (UNIFESP/SP) - Universidade Federal de São Paulo -
Em 1956, discutia-se no Brasil a extensão da CLT aos trabalhadores rurais. O texto a seguir foi extraído de um jornal do dia 22 de fevereiro daquele ano: Como se pode pretender aplicar a Consolidação das Leis do Trabalho aos que militam na lavoura, se a muitos de seus dispositivos, nos meios urbanos, deve ser atribuída a inútil discórdia que se estabelece entre patrões e empregados?A posição expressa pelo jornal pode ser considerada:
A - populista;
B - progressista;
C - conservadora;
D - socialista;
E - paternalista.

Questão 46: (UFES) - Universidade Federal do Espírito Santo -
Após a Segunda Guerra Mundial, as potências capitalistas hegemônicas, particularmente os Estados Unidos, passaram a instalar empresas industriais denominadas multinacionais em países menos desenvolvidos. Aproveitando-se da existência de mão-de-obra abundante e barata e de matéria-prima local, criaram nesses países uma elite consumidora. Os lucros obtidos eram enviados para o exterior, muitas vezes burlando as próprias leis locais. A essas novas exigências do capitalismo internacional se enquadrava o Brasil no governo de Juscelino Kubitschek, cuja política econômica, delineada no Plano de Metas, criava uma clima favorável à entrada do capital estrangeiro, quer na forma de investimento direto, quer na forma de empréstimos. (COSTA, L. C. A. & MELLO, I. I A. História do Brasil São Paulo:Scipione. 1990. 275 (Texto adaptado).)Dentre as implicações mais importantes do modelo de desenvolvimento econômico concebido e executado no governo de Juscelino Kubitschek, pode-se mencionar exceto:
A - concessão de privilégios ao setor industrial, que se expandiu cerca de 80%, e baixa produção de alimentos em razão da relativa inércia do setor agrário;
B - realização de investimentos diretos nos setores básicos e de infra-estrutura, quase sempre precedidos de intensa emissão monetária e abertura de capital;
C - incentivo às empresas estrangeiras para que investissem nos principais setores da produção industrial e aumento do endividamento externo;
D - criação da Sudene com o objetivo de auxiliar o desenvolvimento da região nordeste e integrá-la ao mercado nacional;
E - estabilidade dos preços e estatização das indústrias de base, com a minimização das disparidades regionais.

Questão 47: (Unibahia/BA) - Faculdades Integradas Ipitanga - Com base nos conhecimentos sobre o governo de Juscelino Kubitschek, marque com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas.
( ) A euforia desenvolvimentista trouxe novos elementos para a criação cultural, sendo esse um período de crescimento das "vanguardas artísticas" e da "Bossa Nova".
( ) Os investimentos estatais dinamizaram a economia e criaram mercados para novas indústrias, através de uma política voltada para o crescimento econômico.
( ) A retomada do desenvolvimento se processou com a adoção de uma política econômica nacionalista, de uma equilibrada distribuição de renda e com a melhoria do nível de vida das classes trabalhadoras.
( ) O aumento da inflação, o déficit na balança de pagamentos e o rompimento com o FMI, que condicionava a concessão de novos empréstimos à adoção de uma política de austeridade e de estabilização, marcaram a fase final do governo JK.
A alternativa que indica a seqüência correta, de cima para baixo, é a:
A - V F V F
B - V V V F
C - V V F V
D - F V V F
E - F F F V

Questão 48: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
Existem dois países, entre os quais é difícil distinguir o verdadeiro; na fazenda do interior, o homem do campo trabalha de enxada e transporta uma colheita insignificante em carroças rangentes (...); na cidade de São Paulo, a cada hora termina-se um prédio.(LAMBERT, Jacques. Os dois brasis. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1984.)
META DE FAMINTO
JK – Você agora tem automóvel brasileiro, para correr em estradas pavimentadas com asfalto brasileiro, com gasolina brasileira. Que mais quer?
JECA – Um prato de feijão brasileiro, seu doutô!
(THÉO, 1960. In: LEMOS, Renato. Uma história do Brasil através da caricatura. Rio de Janeiro: Bom Texto, Letras e Expressões, 2001.)
O texto e a charge representam, de formas diferentes, um dos principais dilemas do desenvolvimentismo no governo Juscelino Kubitschek, durante a segunda metade da década de 1950.
A alternativa que melhor apresenta esse dilema é:
A - os contrastes culturais e educacionais entre as elites paulistas e nortistas;
B - a desigualdade política e ideológica entre as oligarquias nordestinas e sulistas;
C - a defasagem histórica e tecnológica entre o setor petrolífero e o agroexportador;
D - as disparidades econômicas e sociais entre os setores agrário e urbano-industrial.

Questão 49: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
Varre, varre, varre, varre, vassourinha.
Varre, varre a bandalheira,
Que o povo já está cansado
De sofrer desta maneira.
Jânio Quadros é a esperança deste povo abandonado.
(Nosso Século. São Paulo: Abril Cultural, 1980.) Esse jingle acompanhou o candidato Jânio Quadros durante a sua campanha à presidência da República, em 1960. A letra sintetiza a seguinte política de resolução dos problemas da época:
A - a austeridade do governo e o controle dos gastos públicos conteriam a inflação e a corrupção oficial;
B - a disputa de mercados externos e a ideologia nacionalista aumentariam o superávit comercial e a geração de renda;
C - o atendimento à economia popular e à produção de alimentos baixariam o custo de vida e os gastos do governo;
D - a defesa dos interesses nacionais e a adoção de uma política externa independente gerariam emprego e novas possibilidades econômicas.

Questão 50: (UFF/RJ) - Universidade Federal Fluminense -
A partir de 1945 e até a década de 50, observaram-se intensas transformações na esfera política brasileira, impulsionadas pelos resultados da Segunda Guerra Mundial. Dentre tais transformações, destaca-se:
A - o processo de "redemocratização" baseado no multipartidarismo oriundo do fim do Estado Novo;
B - a modernização industrial sob a liderança das oligarquias nordestinas;
C - a manutenção da economia agro-exportadora brasileira com o fim do processo de substituição de importações;
D - a industrialização regional do Vale do Cariri fortalecida pela ação do Estado Novo;
E - a consolidação dos poderes locais determinada pelos projetos de modernização industrial do Governo Dutra.

Questão 51: (UFF/RJ) - Universidade Federal Fluminense -
Com espetacular solenidade, em 21 de abril de 1960, foi inaugurada Brasília, a nova capital do país, que se tornaria símbolo de toda uma era de modernidade e progresso.Assinale a opção que apresenta um comentário que, de fato, corresponde ao momento histórico focalizado.
A - O "exército" de trabalhadores responsável pela construção da nova capital teve como principal característica o fato de ser, majoritariamente, integrado por migrantes do sudeste, que recebiam o maior salário mínimo do Brasil.
B - A construção de Brasília atuou como elemento de impulsão do parque industrial e do capitalismo no Brasil, não só ao gerar a expansão da malha rodoviária, beneficiando as montadoras estrangeiras de automóveis, mas também, ao ampliar a demanda por cimento, aço e energia no país.
C - Do ponto de vista arquitetônico e paisagístico, a solução urbanística adotada para Brasília remetia, simbolicamente, ao sinal da cruz, numa referência explícita ao profundo catolicismo dos primeiros candangos que construíram a cidade.
D - A opção de JK pela interiorização da capital representou a conciliação, no país, entre o "velho" e o "novo", já que beneficiava os tradicionais coronéis nordestinos e a juventude estudantil brasileira.
E - A construção de Brasília deslocou expressivos contingentes populacionais para o Planalto Central, sobretudo os sem-terra e sem-teto do centro-oeste brasileiro.

Questão 52: (UFG/GO) - Universidade Federal de Goiás -
Por ser de lá do sertão
Lá do Cerrado, lá do interior do mato, da Caatinga,
do roçado
Eu quase não falo
Eu quase não digo nada
Sou como rês desgarrada
Nessa multidão, boiada caminhando a esmo.
(Lamento Sertanejo. Gilberto Gil/Dominguinhos.)
A música expressa em sua letra o desconforto do homem que migra, carregando, em seu silêncio doloroso, os sons e as imagens do sertão. Acerca das migrações no decorrer da história brasileira, pode-se afirmar que:
A - o sertão definido na canção expressa uma paisagem restrita ao Nordeste brasileiro. Sertão é, portanto, uma categoria geográfica que define uma paisagem homogênea.
B - o sentimento de exclusão do sertanejo é um indicativo da tensão cultural existente no confronto entre o mundo rural e o urbano, sinalizando a difícil tarefa de recriar as relações sociais na cidade.
C - o desenvolvimento urbano no Brasil, na década de 70, exigiu uma profunda transformação no campo, por meio de uma reforma agrária (Estatuto da Terra) que teve por objetivo minimizar os problemas decorrentes dos movimentos migratórios.
D - o fenômeno migratório no Brasil expressa as desigualdades resultantes de um crescimento que concentrou os investimentos e atividades econômicas, sobretudo, na região Sudeste.

Questão 53: (UFPE) - Universidade Federal de Pernambuco -
A história da arte brasileira no século XX mostra que uma boa parte dos artistas expressaram em suas obras as contradições da sociedade. Indique a alternativa que corresponde a essa afirmação:
A - Machado de Assis - Filosofia de um Par de Botas José de Alencar - O Guarani
B - Ariano Suassuna - O Auto da Compadecida Graciliano Ramos - Vidas Secas
C - Chico Buarque - A Rita Vila Lobos - O Guarani
D - Gregório de Matos - Boca do Inferno Victor Meireles - Moema
E - Fernando Sabino - De Cabeça para Baixo Benedito Calixto - O Poema de Anchieta


Questão 54: (UPE) - Universidade de Pernambuco -
"A bossa nova veio por fim nesse estado de inocência já integrado e ainda pré-MPB; ela criou a cisão irreparável e fecunda entre dois patamares da música popular: o romantismo de massas que hoje chamamos "brega", e que tem em Roberto Carlos o seu grande rei (embora formado como todos os grandes cantores compositores da sua geração na escuta de João Gilberto), e música intelectualizada, marcada por influências literárias e eruditas, de gosto universitário ou estetizado." (Alfredo Bosi, Cultura Brasileira.) Relacione o texto acima com o contexto histórico do surgimento da bossa nova.
A - A bossa nova fez muito sucesso, aproveitando-se das promoções feitas pela televisão que começava a atuar no Brasil.
B - O sucesso da bossa nova nunca foi massivo, sendo uma música ouvida mais por uma elite.
C - O surgimento da bossa nova lembra os tempos da década de 50, de grande produção cultural em diversas áreas.
D - A bossa nova não sobreviveu como expressão artística, foi um modismo passageiro.
E - Politicamente o Brasil atravessava momentos de esperanças democráticas e de intenso crescimento da vida urbana.

Questão 55: (UNIFOR/CE) - Universidade de Fortaleza -
Observe o gráfico. Plebiscito sobre Regime Político (1963)
(Joelza Éster Domingues e Layla P. L. Fiusa. História. São Paulo: FTD, 1996. p. 317)
O gráfico expressa o resultado de um plebiscito realizado no Brasil na década de 1960. Sobre a problemática suscitada pelos seus resultados, pode-se afirmar que:
A - a alta cúpula das Forças Armadas recebeu com satisfação a vitória do presidencialismo, pois defendia o retorno do país à normalidade constitucional e democrática;
B - João Goulart, por ser Primeiro Ministro, discordou do retorno ao presidencialismo, pois considerava o parlamentarismo um sistema político mais democrático.;
C - o retorno do país ao presidencialismo desagradou alguns setores sociais conservadores, que não aprovam o estilo populista do presidente da República e nem suas reformas sociais;
D - o parlamentarismo continuou vigorando no Brasil, mesmo após a realização do plebiscito, já que era a única forma de manter os princípios do Estado de direito previsto na Constituição de 1946;
E - o plebiscito não alterou a estrutura política do país, já que nos dois regimes o presidente da República continuaria a exercer o total controle político sobre os poderes executivos e legislativo.

Questão 56: (UNIFOR/CE) - Universidade de Fortaleza -
A história da vida política brasileira de 1930 a 1998 caracterizou-se por grande instabilidade política. Nesse período, constata-se que apenas dois presidentes eleitos pelo voto direto, transmitiram o cargo a outro presidente eleito também pelo voto direto. Esses presidentes foram:
A - Washington Luis transmitiu o cargo a Getúlio Vargas e Jânio Quadros transmitiu o cargo a João Goulart;
B - Eurico Gaspar Dutra transmitiu o cargo a Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek transmitiu o cargo a Jânio Quadros;
C - Juscelino Kubitschek transmitiu o cargo a João Goulart e Sarney transmitiu o cargo a Fernando Collor;
D - José Sarney transmitiu o cargo a Fernando Collor e Itamar Franco transmitiu o cargo a Fernando Henrique Cardoso;
E - Getúlio Vargas transmitiu o cargo a Juscelino Kubitschek e João Goulart transmitiu o cargo a João Figueiredo.

Questão 57: (UFMT) - Universidade Federal de Mato Grosso -
Entre 1945 e 1964, o Brasil viveu um período de experiência democrática, com intenso debate político, havendo conjugação de crises políticas e desenvolvimento econômico. Sobre esse período, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):
A - O fim da Segunda Guerra Mundial, com a derrocada dos regimes totalitários da Itália fascista e da Alemanha nazista, motivou Getúlio Vargas a convocar eleições diretas, instalando a democracia no Brasil.
B - O governo do Marechal Eurico Gaspar Dutra promoveu um programa de desenvolvimento com ênfase na proteção da indústria nacional e rigoroso controle de importações de bens de consumo.
C - Durante o governo de Juscelino Kubistschek (1956-1961), o Brasil passou por uma série de modificações econômicas que contribuíram para transformar totalmente as relações de trabalho, tanto no campo quanto nas cidades.
D - A renúncia do presidente Jânio Quadros provocou um grave quadro de instabilidade política no país e resultou, como solução negociada para a crise, na implementação do parlamentarismo, sistema político que vigorou até o plebiscito de 1963.

Questão 58: (UNIFOR/CE) - Universidade de Fortaleza - Considere a charge.


(DORIGO, Gianpaolo; VICENTINO, Cláudio. História para o ensino médio. São Paulo: Scipione, 2001. p. 534)
O chargista utiliza-se da ironia para criticar:
A - o presidente Eurico Gaspar Dutra pelo seu alinhamento aos Estados Unidos da América e pela cassação do Partido Comunista Brasileiro;
B - a decisão do presidente Getúlio Vargas de suspender as garantias constitucionais e políticas no país;
C - a decisão da Assembléia Constituinte de 1934 de impedir as eleições diretas para presidente da República;
D - o voto de cabresto que era um sistema baseado na fraude eleitoral, estabelecido pelos políticos ligados aos grandes proprietários de terras;
E - as contradições dos políticos populistas que procuravam adotar políticas econômicas de cunho liberal.

Questão 59: (PUC-RS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul -
Nos anos 1950, Assis Chateaubriand, dono de um império de empresas de comunicação no Brasil, foi o pioneiro na introdução de um novo meio de comunicação, que deveria ajudar a integrar o país de norte a sul e inseri-lo na modernidade. Naquela ocasião, Chateaubriand discursou salientando o poder desse novo meio e a necessidade de o empresariado investir em publicidade, para torná-lo economicamente viável. Esse meio de comunicação mostraria, posteriormente, seu poder de mobilização política e de difusão de novos hábitos de vida e consumo na sociedade brasileira. Estamos nos referindo:
A - ao rádio;
B - ao cinema;
C - à televisão;
D - à telefonia;
E - ao satélite.

Questão 60: (UERGS) - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul -
Em 1964, o presidente tentou desviar o papel do Estado Brasileiro do setor produtivo (investimentos governamentais em energia, transporte, etc.) para o setor social (educação, saúde, habitação, etc.). pretendia, também, promover uma reforma agrária, que tinha como princípio distribuir terras à população rural de baixa renda. Em oposição à política desse governo, houve a intervenção militar e a implantação da ditadura. O texto acima refere-se ao presidente:
A - Costa e Silva;
B - João Batista Figueiredo;
C - João Goulart;
D - Juscelino Kubitschek;
E - Ernesto Geisel.

Questão 61: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
Do ponto de vista econômico, o governo Juscelino Kubitscheck foi marcado por intenso e acelerado crescimento, expresso no lema "Cinqüenta anos de progresso em cinco de governo". Entre as inovações desse período, pode-se destacar:
A - a criação da Petrobras e da Nuclebrás;
B - a implementação da indústria automobilística e de ampla rede rodoviária;
C - o incremento da indústria ligeira e a criação da rede ferroviária;
D - o incremento da indústria têxtil e a criação da Petrobras;
E - a instalação de Angra II e a implementação da indústria têxtil.

Questão 62: (UNIFESP/SP) - Universidade Federal de São Paulo -
A julgar pelas opiniões emitidas hoje sobre o passado republicano e democrático do Brasil, tanto pelo presidente Fernando Henrique Cardoso quanto por praticamente todos os candidatos nas últimas eleições à Presidência da República, pode-se afirmar que, quanto mais o tempo passa, mais parece se consolidar a imagem positiva do ex-presidente Juscelino Kubitschek. Isto se deve, fundamentalmente:
A - ao salário mínimo elevado;
B - à construção de Brasília;
C - ao rompimento com o FMI;
D - à modernização do campo;
E - à expansão industrial.

Questão 63: (ULBRA/RS) - Universidade Luterana do Brasil -
O pleito eleitoral de 2002 trouxe a discussão sobre a qualidade das coligações e indiretamente obriga os partidos políticos a questionarem seus postulados. Nas eleições que levaram Jânio Quadros ao poder em 1961, existia uma característica quanto à composição dos cargos de presidente e vice que acabou influindo no processo histórico brasileiro. Esta característica se referia ao fato:
A - de o Senado indicar os nomes dos componentes de chapa, procurando articular lideranças regionais conforme interesses entre o Norte e o Sul do país;
B - de os nomes de candidatos a presidente e vice serem retirados de um plebiscito nacional, que deveria ocorrer seis meses antes da data definida para a realização das eleições;
C - de o voto para vice ser separado do de presidente sendo que os eleitos seriam os mais votados mesmo que não fizessemm parte da mesma chapa;
D - de os governadores eleitos participarem, no congresso nacional, da indicação dos representantes de cada partido que poderiam construir alianças e aproximar segmentos conservadores de progressistas;
E - de os setores de esquerda atuarem junto a Supremo Tribunal Eleitoral para definir as regras que indicariam os nomes que comporiam as chapas das eleições de 1960.

Questão 64: (UFF/RJ) - Universidade Federal Fluminense -
Segundo alguns especialistas, o populismo foi um fenômeno político ímpar na história recente do Brasil, sendo definido como manipulação das massas populares por líderes carismáticos.
No entanto, há autores que consideram tal visão pouco elucidativa do fenômeno porque, em verdade:
A - o populismo teve vida efêmera na história política do país no século atual;
B - o populismo não deve ser visto como a manipulação das massas urbanas e rurais no Brasil recente;
C - o populismo é um fenômeno político que permanece inalterado no processo eleitoral brasileiro;
D - populismo e pacto social são um mesmo fenômeno político;
E - o populismo implicou o reconhecimento da presença das massas no cenário político nacional.

Questão 65: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -


(Adaptado de Retrato do Brasil. São Paulo: Editora Três/Política Editora, 1984.) Considerando os dados acima e as alterações dos textos constitucionais brasileiros, a partir das eleições presidenciais de 1945, podemos identificar uma mudança na participação da sociedade nos destinos da nação. O processo e a causa associados a essa mudança são, respectivamente:
A - aumento da participação popular – fim da restrição ao voto feminino
B - aceleração demográfica – revolução urbano-sanitária do pós-guerra
C - permissão do voto dos analfabetos – ampliação numérica dos eleitores
D - crescimento percentual de votantes – maior mobilidade político-partidária
E - (D) crescimento percentual de votantes – maior mobilidade
político-partidária

Questão 66: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro –


(Adaptado de BECKER. B. et al. (Org.). Geografia e meio ambiente no Brasil. São Paulo: Hucitec. 1995.)
No mapa encontram-se indicadas as áreas de expansão da fronteira agrícola no Brasil ao longo do tempo.
A associação correta entre região, período e relação social de produção predominante é:
A - Nordeste – séculos XIX e XX – trabalho familiar de migrantes sulistas e mineiros;
B - Sudeste – século XIX – mão-de-obra cativa africana e trabalho livre de imigrantes europeus;
C - Centro-Oeste – 1ª. metade do século XX – mão-de-obra escrava de origem indígena e mestiça;
D - Norte – 2ª. metade do século XX – trabalho assalariado de migrantes dos países andinos e das Guianas.

Questão 67: (UFF/RJ) - Universidade Federal Fluminense -
Após a renúncia de Jânio Quadros, greves e paralisações fortaleceram os movimentos de esquerda, provocando o período de tensões que antecedeu a queda de João Goulart. A derrubada do Governo João Goulart – em 1.º de abril de 1964 – está inspirada na interpretação de que o País estava sendo campo de uma verdadeira guerra revolucionária. Segundo se afirmava, destinava-se esta a instaurar a República Sindicalista. (IANNI, Octavio. O Colapso do populismo no Brasil. 3.ª ed. RJ: Civilização Brasileira, 1975, p. 142) O populismo no Brasil, a cuja crise o texto se refere, pode ser associado:
A - ao processo de extinção dos partidos políticos e à proposta de substituí-los pelos sindicatos;
B - à guerrilha praticada pelos movimentos de esquerda com vistas à implantação do socialismo;
C - às aspirações das classes populares ao papel de protagonista no cenário político brasileiro;
D - ao paternalismo dos políticos brasileiros inaugurado por Arthur Bernardes;
E - aos benefícios, como o PIS e o PASEP, concedidos às camadas populares do Brasil.

Questão 68: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -


(RAMALHO, José R. & SANTANA, Marco A (org.). Trabalho e tradição sindical no Rio de Janeiro: DP&A, 2001.) "Nessas condições resta a Goulart, com o apoio das organizações sindicais, dos nacionalistas e dos partidos de esquerda, passar, então, para a ofensiva e, buscando nas ruas, através de manifestações de massa e de comícios, a base que lhe faltava no Congresso. Esse ver-se-ia na contingência de recusar a realização da sua vontade, particularmente no tocante às Reformas de Base. Para implementar as reformas que considerava necessárias, Goulart apoiava-se no então chamado ‘dispositivo militar sindical’: alguns comandos militares fiéis e a ampla rede de sindicatos, controlados pelo Estado desde a época de Vargas." (SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. In: LINHARES, M. Yedda (org.). História geral do Brasil. Rio de Janeiro: Campus, 2000.)A fotografia do astronauta Iuri Gagarin no Sindicato dos Metalúrgicos e o texto evidenciam o tipo de relação do Presidente João Goulart com o movimento sindical no período antecedente ao golpe de 1964. O comportamento dos sindicatos à época está caracterizado em:
A - Apoiavam a ideologia comunista, aproximando-se do Presidente Goulart e da União Soviética.
B - Envolviam-se em questões políticas, abdicando de reivindicações corporativas e nacionalistas.
C - Procuravam adotar um comportamento radical, opondo-se ao reformismo e à conciliação do presidente.
D - Tinham grande proximidade com o poder político, comprometendo-se com questões nacionais e internacionais.

Questão 69: (CESGRANRIO/RJ) - Fundação CESGRANRIO -
"Tenho neste momento como razão de maior orgulho poder entregar a V. Exª o governo da república em condições muito diversas daquelas em que o recebi, no tocante à estabilidade do regime. Está consolidada entre nós a democracia e estabelecida a paz..." (KUBITSCHEK, Juscelino. Meu Caminho para Brasília. Rio de Janeiro: Bloch, 1978. Vol.3 p. 451)No ano de 2002, o país comemora o centenário de nascimento de Juscelino Kubitschek, o presidente em cujo mandato se mantiveram instituições estáveis e democráticas. O período imediatamente anterior à sua posse foi marcado por crises sucessivas, bem como o governo que o sucedeu. As condições de instabilidade a que o presidente se referia, no trecho acima, ocorreram no período em que:
A - o presidente Jânio Quadros, eleito por esmagadora maioria, procurava aproximar-se dos países socialistas, em busca de empréstimos externos;
B - o vice-presidente João Goulart, submetido ao sistema parlamentarista, então instituído, assumiu o governo, face à renúncia de Jânio Quadros;
C - os governos militares, tentando implementar a indústria de base no Brasil, foram acusados de forte internacionalização da economia, pela entrada das multinacionais no mercado brasileiro;
D - uma conspiração udenista, após a morte de Vargas e o governo de Café Filho, tentou impedir a posse dos eleitos, a qual acabou sendo garantida pelo então Ministro da Guerra;
E - sua política desenvolvimentista, marcada pelo slogan "cinqüenta anos em cinco", levou a um processo inflacionário acelerado e ao seu conseqüente desprestígio.

Questão 70: (PUC-MG) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais -
A crise institucional observada no Brasil, no início dos anos de 1960, encontra-se associada:
A - ao suicídio inesperado e traumático do Presidente Getúlio Vargas;
B - ao golpe preventivo desfechado pelo general Henrique Teixeira Lott;
C - à eleição de JK para o cargo de Presidente da República;
D - à renuncia de Jânio Quadros e à ascensão de João Goulart à presidência.

Questão 71: (UFMG) - Universidade Federal de Minas Gerais -
Observe esta figura:


(TEIXEIRA, Francisco M. P. Brasil: História e sociedade. São Paulo: Ática,2000. p 274.) Esta figura está relacionada:
A - à campanha eleitoral de 1950, quando Getúlio se apresentou como um candidato democrático apoiado pela massa de trabalhadores;
B - à propaganda da Aliança Liberal, que defendia a coligação dos tenentes com a oligarquia gaúcha, tendo Getúlio Vargas como seu líder;
C - ao culto do regionalismo político, que os órgãos de propaganda do Estado Novo alimentaram usando a origem gaúcha de Getúlio Vargas;
D - ao movimento conhecido como queremismo, que, ao final do Estado Novo, uniu comunistas e trabalhistas na luta pela Constituinte com Getúlio.

Questão 72: (UFES) - Universidade Federal do Espírito Santo -
Juscelino Kubitschek fez sua campanha à presidência apoiado em um discurso desenvolvimentista, baseado no lema "50 anos em 5". Eleito presidente, estabeleceu seu Plano de Metas voltado para:
A - a reforma agrária, a modernização da agricultura, a reforma financeira e a criação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE);
B - a integração nacional por meio da abertura de ferrovias e do crescimento da economia regional agrária e industrial;
C - o desenvolvimento da indústria de base com a construção da Companhia Siderúrgica Nacional de Volta Redonda, a abertura de estradas e a construção da nova Capital Federal – Brasília.
D - o desenvolvimento em cinco setores estratégicos da economia nacional: energia, alimentação, transporte, indústria de base, educação.
E - o fechamento do mercado brasileiro ao capital estrangeiro e a implantação da indústria automobilística.

GABARITO:
questão 1: C - questão 2: E - questão 3: A - questão 4: D - questão 5: 29 - questão 6: C - questão 7: B - questão 8: B - questão 9: B - questão 10: D - questão 11: E - questão 12: C - questão 13: 24 - questão 14: C - questão 15: A - questão 16: B - questão 17: A - questão 18: C - questão 19: E - questão 20: E - questão 21: C - questão 22: A - questão 23: D - questão 24: A, C, D - questão 25: A, C, D - questão 26: D - questão 27: C - questão 28: E - questão 29: A - questão 30: B - questão 31: A - questão 32: A - questão 33: A - questão 34: D - questão 35: 22 - questão 36: B - questão 37: D - questão 38: C - questão 39: B - questão 40: D - questão 41: C - questão 42: C - questão 43: A - questão 44: B - questão 45: C - questão 46: E - questão 47: C - questão 48: D - questão 49: A - questão 50: A - questão 51: B - questão 52: B, D - questão 53: B - questão 54: A, E - questão 55: C - questão 56: B - questão 57: C - questão 58: B - questão 59: C - questão 60: C - questão 61: B - questão 62: E - questão 63: C - questão 64: E - questão 65: A - questão 66: B - questão 67: C - questão 68: D - questão 69: D - questão 70: D - questão 71: A - questão 72: D

Nenhum comentário:

Postar um comentário