quinta-feira, 23 de junho de 2011

ATIVIDADES PRÉ-HISTÓRIA

Questão 1: (UFBA) Os usos, os costumes, as tradições, as técnicas e as formas de ser que caracterizam os povos ao longo da história da humanidade e que constituem a cultura relacionam-se e influenciam-se mutuamente.
Com base nessa afirmação e nos conhecimentos sobre cultura, pode-se concluir:
1 -Costumes cotidianos e técnicas de produção de utensílios eram passados de um povo para outro desde a Antiguidade, através do comércio, das campanhas militares e das migrações sistemáticas.
2 -A tradição oral como fonte de recuperação da memória nas sociedades modernas foi extinta e superada pelo aparecimento da escrita e do registro gráfico dos fatos acontecidos ao longo da história dessas sociedades.
4 -As expressões populares da cultura caracterizam-se pela diversidade de formas e origens, pela espontaneidade e pela marca das experiências regionais, o que contribui para a formação da consciência regional dos diferentes grupos sociais.
8 -A dominação política e militar por povos culturalmente diferentes daqueles que foram conquistados pode resultar em variadas formas de síntese cultural, observadas, dentre outras, através de transformações produzidas nas línguas faladas entre eles.
16 -Os povos ágrafos, por não usarem a escrita, valem-se de outros recursos para se comunicar, destacando-se, dentre esses, os rituais, as festas e as cerimônias, de cunho religioso e/ou profano.
32 -A preservação de hábitos do cotidiano e de valores sociais antigos, por parte de populações das áreas rurais brasileiras, tem contribuído para impedir a penetração dos meios de comunicação mais eficientes, a exemplo do rádio e da televisão.

Questão 2: (UFMS) A respeito do processo de evolução que favoreceu o surgimento do Homo sapiens moderno, pode-se dizer que:
A -recentes pesquisas arqueológicas atestam que a origem da humanidade se deu na Ásia e que o Homo floresiensis, encontrado na Ilha da Flores, Indonésia, foi a primeira espécie do gênero Homo conhecida em todo o planeta;
B -ao que tudo indica, logo que o homem moderno sugiu na África, há cerca de 120 mil anos, a diversidade ambiental do planeta induziu o processo de diversificação genética e morfológica da nossa espécie;
C -na década de 1970, na região de Lagoa Santa, em Minas Gerais, arqueólogos brasileiros e franceses desenterraram a famosa Luzia, nome que deram ao esqueleto de uma mulher que ali viveu há cerca de 200 mil anos. Portanto, ao contrário do que se pensava, o Brasil é um fortíssimo candidato a ser o país onde pode ter surgido o homem moderno;
D -o Homo sapiens moderno surgiu diretamente da evolução do Homo sapiens neanderthalensis e do Homo erectus, que viveram na Europa centro-oriental, entre 200 e 15 mil anos atrás;
E -a medida que houve o processo de evolução biológica, uma das tendências marcantes foi a diminuição da capacidade craniana dos australopitecus, os primeiros hominídeos, até o Homo sapiens sapiens, a nossa epécie.

Questão 3: (UFMS) A respeito da “Revolução Neolítica”, também conhecida como “Revolução Agrícola”, é correto afirmar que:
A -significou uma radical mudança no modo de vida das sociedades humanas, haja vista que elas se tornaram menos sedentárias e mais dependentes da caça e da coleta para a sua sobrevivência;
B -nas Américas, a “Revolução Neolítica” corresponde ao período chamado de “Paleoíndio”, ou seja, aquele referente aos primeiros povoados do continente;
C -teve início devido a vários fatores, entre os quais as mudanças climáticas de repercussão planetária e o aumento da população humana em certas regiões do globo;
D -o desenvolvimento da agricultura se deu de forma independente e dissociada do processo de domesticação de animais como bois, carneiros,
porcos e patos, entre outros, seja nas Américas, seja na África e na Eurásia;
E -via de regra, tanto nas Américas como na Eurásia, mulheres tiveram pouco ou nenhum papel relevante no processo de produção de vegetais domesticados e na criação de animais.

Questão 4: (UFMS) A passagem da locomoção quadrúpede para a bípede exigiu mudanças substanciais na estrutura anatômica do corpo. Os humanos têm membros
posteriores mais curtos, uma pélvis mais achatada, dedos das mãos e pés retos, e uma região lombar reduzida quando a comparamos com as dos gorilas e chimpanzés. (LEAKEI, R. A origem da espécie humana.) Estudos da Pré-História humana permitem concluir que o hominídeo mais primitivo é:
A -Homo sapiens;
B -Australopithecus afarensis;
C -Ramaphitecus;
D -Cro-Magnon;
E -Neandertalensis.

Questão 5: (UFPE) A construção da história está relacionada com a capacidade dos seres humanos de superar obstáculos. Desde os primeiros tempos, os homens e as mulheres lutaram contra as mais diversas dificuldades, buscando com suas invenções obter melhores condições de vida. Nessa construção, marcada também por inseguranças e incertezas, tivemos, no período Neolítico:
A - a superação de muitos obstáculos, mas nada que significasse mudanças culturais expressivas e trouxesse redefinições na vida social da época;
B - uma vida social baseada no sedentarismo dos grupos, trazendo dificuldades para uma maior exploração da natureza e melhoria das condições de alimentação;
C - invenções culturais expressivas, que levaram à superação de muitas dificuldades e a um maior domínio sobre a natureza;
D - a intensificação das guerras entre as tribos, que impediram o surgimento de uma organização social mais sedentária;
E - uma homogeneidade cultural, que aproximou os grupos sociais e ampliou o nomadismo e as atividades de caça e pesca.

Questão 6: (UNESP/SP) Nos últimos anos, apoiada em técnicas mais avançadas, a arqueologia tem fornecido pistas e indícios sobre a história dos primeiros habitantes do território brasileiro antes da chegada dos europeus. Sobre esse período da história, é possível afirmar que:
A -as práticas agrícolas, até a chegada dos europeus, eram desconhecidas por todas as populações nativas que, conforme os vestígios encontrados, sobreviviam apenas da coleta, caça e pesca;
B -os vestígios mais antigos de grupos humanos foram encontrados na região do Piauí e as datações sobre suas origens são bastante controvertidas, variando entre 12 mil e 40 mil anos;
C -os restos de sepulturas e pinturas encontrados em cavernas de várias regiões do país indicam que os costumes e hábitos desses primeiros habitantes eram idênticos aos dos atuais indígenas nas reservas;
D -os sambaquis, vestígios datados de 20 mil anos, comprovam o desconhecimento da cerâmica entre os indígenas da região, técnica desenvolvida apenas entre povos andinos, maias e astecas;
E -os sítios arqueológicos da ilha de Marajó são provas da existência de importantes culturas urbanas com sociedades estratificadas que mantinham relações comerciais com povos das Antilhas e América Central.

GABARITO:
questão 1: 29 - questão 2: B - questão 3: C - questão 4: B - questão 5: C - questão 6: B

Nenhum comentário:

Postar um comentário